PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

Empresários do comércio querem venda por delivery

Ponta Grossa

04 de março de 2021 17:08

Da Redação


Relacionadas

Músicos fazem protesto em frente à Prefeitura de PG

Professores esclarecem variantes do coronavírus

Bandidos fazem ataques em vila e preocupam moradores

Caminhão atropela cavalos soltos na Souza Naves
Motorista não vê sinaleiro e bate em carro parado em PG
Cadastramento do vale-mercado recomeça segunda
Capotamento em avenida de PG fere motorista
A Acipg tem solicitado a possibilidade de todos os lojistas estarem exercendo o serviço de delivery Foto: Otto Drone
PUBLICIDADE

Diretora da Acipg, Flávia Barrichello, diz que medida amenizaria a situação, mesmo não sendo o ideal

A equipe do Portal aRede percorreu as ruas da cidade de Ponta Grossa (PR) na tarde desta quinta-feira, 4 de março, trazendo as informações sobre a manifestação de comerciantes e empresários contra o lockdown no Paraná. O protesto teve como tema “Mexeu com o Comércio, Mexeu Comigo” e aconteceu na Avenida Vicente Machado.

Sobre o protesto e reivindicações, a equipe do Portal aRede entrou em contato com a Diretora de Comércio da Associação Comercial, Industrial e Empresarial de Ponta Grossa (Acipg), Flavia Maria Barrichello. Na entrevista, a empresária comentou sobre as expectativas para a abertura do comércio, agradeceu pelas conversas com a Prefeitura de Ponta Grossa (PR), além dos secretários e afirmou que a Associação luta pela a liberação do delivery no comércio.

Segundo Flavia, a Acipg tem solicitado a possibilidade de todos os lojistas estarem exercendo o serviço de delivery. “Neste momento amenizaria a situação, mesmo não sendo o ideal. Nós esperamos que a cidade abra o quanto antes e que possamos trabalhar com o delivery”, explicou a empresária, que diz entender, também, as medidas de combate à covid-19.

Mobilização

Com as manifestações de hoje à tarde, a Diretora da Acipg diz que apoia a mobilização. Entretanto, ela ressalta que a Associação não se envolveu na organização. “Não tem a nossa assinatura. Estamos apoiando e achamos bacana estarem se posicionando, mas não tem o envolvimento da Acipg”, ressaltou Flavia, que diz esperar um pronunciamento oficial da Prefeita Elizabeth Schmidt (PSD).

Durante a entrevista ao vivo, alguns seguidores do Portal aRede questionaram sobre o porquê de comerciantes e empresários não estarem se posicionando sobre a compra das vacinas. De acordo com Flavia, o setor tem pressionado pela aquisição dos imunizantes. “A vacina está chegando em pequenas escalas porque não tem essa quantidade toda. Existe um processo para que ela chegue até aqui. Não adianta ter o dinheiro e não ter o produto”, finalizou a Direto de Comércio da Acipg.

Para assistir a entrevista na íntegra clique aqui.

PUBLICIDADE

Recomendados