PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

Mercado da Família mantém atendimento na pandemia

Ponta Grossa

08 de março de 2021 16:40

Da Redação


Relacionadas

PG terá força-tarefa para cadastro do vale-mercado

PT e PCdoB pretendem acionar Justiça contra ‘kit-covid’ em PG

Vídeo mostra 'racha' entre veículos no Jardim Carvalho

Estrutura do novo Hospital São Camilo segue padrão europeu
Prefeitura mantém vacinação de H1N1 a grupos prioritários
Famílias de PG se aglomeram na fila do vale-mercado
Em PG, idosos recebem 2ª dose da Coronavac nesta semana
PUBLICIDADE

Segurança alimentar das famílias é prioridade para a gestão municipal 

O Mercado da Família, da Prefeitura Municipal de Ponta Grossa, por ser um segmento essencial, mantém atendimento normal para as famílias de baixa renda realizarem compra de produtos alimentícios e de limpeza e oferece mercadorias vendidas 30% mais baratas do que em mercados convencionais. No entanto, as medidas de distanciamento social são obrigatórias para os usuários.

Segundo Bruno Costa, secretário interino de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, para estabelecer os preços dos produtos do Mercado da Família, a equipe da SMAPA faz uma pesquisa de campo nos comércios da cidade e compara os preços no aplicativo ‘Nota Paraná’, para verificar os valores e poder estabelecer qual seria o mais acessível para o cidadão.

Costa reforça que neste período de pandemia, para diminuir o risco de contágio da Covid-19, o Mercado da Família adotou medidas de prevenção, como a disponibilização de álcool em gel; a regulação da entrada de clientes, permitindo apenas os que estiverem com máscaras. Crianças estão proibidas de adentrar nas unidades como forma de segurança dos clientes e funcionários. “O Mercado da Família é fundamental para garantir a segurança alimentar de inúmeras famílias. Porém, precisamos garantir também a segurança quanto ao contágio do novo coronavírus”, alerta o secretário.

 

Como utilizar o Mercado da Família:

Para participar do Mercado da Família é necessário ir em uma das quatro unidades e levar documentos de todos os integrantes da família, como RG, CPF, comprovante de residência e comprovante de renda ou declaração de trabalho autônomo autenticada. O cadastro é permitido às famílias que possuem renda salarial de até 2,3 salários mínimos. Assim que o cadastro for concluído, cada família tem o limite de gastos de R$ 788, por mês.

As unidades do Mercado da Família localizam-se no Centro, Parque Nossa Senhora das Graças, Maria Otília e Santa Paula. O horário de funcionamento é de segunda a sexta-feira das 9h às 18h.

PUBLICIDADE

Recomendados