PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

Câmara Municipal vota para PG adquirir vacinas

Ponta Grossa

08 de março de 2021 19:00

Rodolpho Bowens


Relacionadas

Mercados abrem neste feriado até às 20 horas

Motociclista fica ferido após colisão com automóvel em PG

Apoiadores de Bolsonaro planejam mobilização em PG

Falecimento de Terezinha Maluf comove PG
Rapaz é detido por tráfico de drogas em PG
‘Vale dos Trilhos’ identificará o ecossistema de inovação de PG
Conselho de PG é a favor de novo modelo de transporte
Parlamentares decidiram pela votação na Sessão de hoje (8). Foto: Divulgação - CMPG
PUBLICIDADE

Serão quatro comissões que analisarão o Projeto de Lei, que foi enviado pela Prefeitura Municipal de Ponta Grossa

A Câmara Municipal de Ponta Grossa (CMPG) se comprometeu a votar na próxima quarta-feira, 10 de março, o Projeto de Lei (PL) que valida a participação da cidade de Ponta Grossa (PR) no Conectar (Consórcio Nacional de Vacinas das Cidades Brasileiras). A afirmação aconteceu na Sessão Ordinária desta segunda-feira, 8 de março, pelo presidente da Casa vereador Daniel Milla Fraccaro (PSD).

O pedido de urgência para votação foi solicitado por alguns parlamentares, entre eles Geraldo Stocco (PSB), Filipe Chociai (PV), Izaias Salustiano (PSB) e Divonsir Nunes (PSD). Os vereadores solicitaram a análise do PL para hoje (8). Entretanto, o presidente da Câmara indicou que o Projeto de Lei será votado na próxima Sessão. Serão quatro comissões que analisarão o pedido da Prefeitura Municipal de Ponta Grossa.

De acordo com Daniel Milla, a população também poderá participar dessa decisão, reduzido em 30% a capacidade de pessoas no Plenário. “Assumi o compromisso de votar em duas discussões já na quarta (10) permitindo a participação do município no consórcio”, explicou o vereador.

Consórcio de vacinas

Em 2 de março de 2021, o Supremo Tribunal Federal (STF) permitiu que cidades brasileiras possam adquirir vacinas contra a covid-19. Dessa forma, a Frente Nacional dos Prefeitos (FNP) apontou a criação do "Consórcio Público de abrangência nacional para aquisição de vacinas”. E com o objetivo de imunizar toda a população ponta-grossense, a Prefeita Elizabeth Schmidt (PSB) indicou o desejo de ingressar na iniciativa.

Segundo o texto apresentado para a Câmara Municipal, “há urgente necessidade de vacinação em massa da população brasileira, não só para frear o iminente colapso generalizado na área da saúde, evitando mortes por desassistência, como também para retomar a atividade econômica, a geração de emprego e renda e o convívio social”. A participação no consórcio diz, também, sobre a aquisição de medicamentos, insumos e equipamentos para a área da saúde.

O texto também destaca que os recursos utilizados pela Prefeitura Municipal poderão vir de diversas fontes, dentre elas: recursos municipais, repasses de verbas federais, inclusive decorrentes de emendas parlamentares, e doações advindas de fontes nacionais e internacionais.

Frente Nacional de Prefeitos

A FNP está a frente da formatação do ‘Consórcio Público’. A iniciativa já conta com a manifestação de 1.703 municípios – o que abrange 125 milhões de brasileiros, cerca de 60% do total de habitantes (os dados registrados são de até 12h, de 5 de março de 2021). A confirmação da criação do Conectar deve ser oficializada em 22 de março.

PUBLICIDADE

Recomendados