PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

Projeto quer impedir mercados de abrirem aos domingos e feriados

Ponta Grossa

08 de março de 2021 21:23

Da Redação


Relacionadas

PG confirma 7 novos casos e 3 mortes por covid-19

Ponta Grossa terá repescagem de vacinação contra a covid-19

‘Vale dos Trilhos’ fortalece a inovação em Ponta Grossa

Click lança linha de crédito para alinhadores invisíveis
Mercados abrem neste feriado até às 20 horas
Motociclista fica ferido após colisão com automóvel em PG
Apoiadores de Bolsonaro planejam mobilização em PG
Câmara poderá avaliar projeto polêmico a partir da próxima semana Foto: Kauter Prado / CMPG
PUBLICIDADE

Minuta do projeto já circula na Câmara de Ponta Grossa e tem apoio de um grupo de parlamentares. Multa pode chegar a R$ 17,3 mil por dia em caso de descumprimento

 

Projeto polêmico pode passar a tramitar na Câmara de Ponta Grossa nas próximas semanas. O objetivo é alterar o Código de Posturas do Município de forma a vedar a abertura de grandes redes de mercados e atacadistas, com mais de 40 funcionários diretos, aos domingos e feriados. A informação é do jornalista Eduardo Farias do Blog do Doc.Com

A justificativa é de que a ação irá beneficiar os pequenos comerciantes, que possuem empresas nos bairros, sustentadas basicamente pela família. Caso venha a ser apresentado, o projeto deverá passar pela análise de legalidade da ação na Comissão de Legislação, Justiça e Redação, antes de ser avaliada no mérito pelas demais comissões e pelo plenário.

"Tal iniciativa justifica-se tendo em vista a regulação do equilíbrio econômico e financeiro das empresas de economia familiar", consta na justificativa da minuta do projeto que circula internamente por gabinetes de um grupo de parlamentares.

O Blog teve acesso a tal minuta, mas não obteve a informação de qual ou quais vereadores formataram a proposta, que deve render ampla discussão e polêmica se vier a ser apresentada no Legislativo.

Segundo a minuta: "Fica vedada a abertura e o funcionamento de supermercados, hipermercados e atacadistas localizados no Município de Ponta Grossa, que possuam mais de 40 (quarenta) colaboradores contratados diretamente, nos domingos e feriados".

Sanções

Para aqueles que descumprirem tal determinação, a minuta do projeto prevê desde advertência por escrito e multa, até a cassação de alvará em casos de reincidências. A multa diária chega a 200 Valores de Referência do Município, que atualmente está no valor de R$ 86,68, chegando a R$ 17,3 mil.

A minuta do projeto veio a público no dia em que os supermercados foram alvo de críticas por parte de vários parlamentares na Câmara nesta segunda-feira. A reclamação é de que as grandes redes provocam aglomerações de pessoas durante decreto que visa promover o isolamento social, obtendo privilégios em detrimento dos pequenos negócios, que precisam fechar as portas e ficam no prejuízo.

 

PUBLICIDADE

Recomendados