PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

Câmeras flagram ataque na casa da prefeita de PG

Ponta Grossa

17 de março de 2021 08:44

Andre Bida


Relacionadas

Rotary Lagoa Dourada Open de Tênis reúne 200 participantes

Pavimentações avançam em bairros de PG

IMM tem consolidação nacional em Justiça Restaurativa

Reajuste da tarifa deve ser apresentado depois do feriado
Saldo do emprego em PG é positivo pelo 5º mês seguido
Polícia Civil e GM prendem tutor por maus-tratos em PG
Justiça de PG condena homem a 2 anos de prisão
PUBLICIDADE

Vídeo mostra um homem se aproximando do portão da casa e acendendo uma bateria de fogos de artifício

Imagens de uma câmera de segurança flagraram um ataque à residência da Prefeita de Ponta Grossa, Elizabeth Schmidt (PSD). O vídeo, gravado na noite do último domingo (14), na região do São José, mostra um homem se aproximando do portão da casa e acendendo uma bateria de fogos de artifício. Quando os fogos explodem, o homem foge. CLIQUE NA FOTO E VEJA O VÍDEO

Em entrevista ao programa de rádio de Marcelo Rangel, ex-prefeito de Ponta Grossa, na manhã desta quarta-feira (17), Elizabeth Schmidt relata o que ouviu no momento do ataque. "Já estávamos deitados quando ouvimos um barulho de tiros ou fogos na frente da minha casa. Fomos verificar e realmente estava lá uma bateria de fogos, como visto nas imagens", disse.

A Prefeita acredita que o ato de vandalismo foi uma represália pela reunião de emergência que ela convocou na mesma noite. "Está nas minhas mãos a vida de 355 mil pessoas. Eu fiz reuniões a semana inteira e era uma mais uma reunião de trabalho. Logo após toda a confusão, toda a mentirada que fizeram, eu convidei para entrarem na minha casa para verem o que estava acontecendo e as pessoas ficaram surpresas", explica Elizabeth.

A gestora municipal ainda relatou outras retaliações que sofreu na segunda-feira (15) e na terça-feira (16). "Ontem, quando saia de casa neste mesmo portão e estava entrando no carro para ir para a prefeitura, passou um carro e disse: 'vai fazer festa vagabunda'. Nesta madrugada, às 05h30 da manhã, tinha um carro parado na frente da minha casa, mas eu tinha policiamento, eu contratei uma pessoa, (ele) estava lá no portão debaixo querendo pixar o muro", explica a prefeita.

Sandro Alex, secretário de Infraestrutura de Logística do Paraná, comentou que já solicitou reforço na segurança pessoal da prefeita. "Eu falei com o Governador do Paraná e pedi proteção para a senhora neste momento. Isso (atentado) não foi a primeira vez. Isso é inadmissível e o Governo do Paraná, as forças de segurança tem a obrigação de defendê-la e todos também. Ela está representando a cidade", ressalta.

Elizabeth Schmidt pediu a compreensão da população neste momento delicado que a cidade passa. "Eu estou trabalhando pela nossa cidade para salvar as vidas das nossas pessoas, inclusive dessas que estão fazendo essas coisas. Eu não quero que meus adversários peguem essa doença", finaliza a gestora municipal. A Polícia já está realizando investigações para descobrir o autor do ataque.

PUBLICIDADE

Recomendados