PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

Justiça valida procedimentos da CPP do vereador Valtão

Ponta Grossa

15 de abril de 2021 18:45

Da Redação


Relacionadas

PG continua sem transporte público nesta segunda

Câmara discute serviços da advocacia como essenciais

PG tem 137 novos casos da covid-19 e uma morte

No Dia das Mães, UEPG conta a história da família da Margareth
João pede união para solucionar problema do transporte de PG
Homem perde o controle do carro e causa acidente
Alvira e Valquiria: uma história com tempero de mãe
Vereadores Léo Farmacêutico, Izaías Salustiano e Filipe Chociai. Foto: Divulgação
PUBLICIDADE

Liminar impetrada pela defesa do vereador Valtão foi indeferida pela 2ª Vara da Fazenda Pública de Ponta Grossa

A Comissão Parlamentar Processante (CPP) da Câmara Municipal de Ponta Grossa obteve importante vitória na Justiça, com o reconhecimento da assertividade dos procedimentos desenvolvidos até agora.

A CPP, que investiga denúncia de quebra de decoro parlamentar pelo vereador Walter José de Souza – Valtão, realizou audiência para oitiva de testemunhas da defesa na última terça-feira (13/04). Aberta a reunião, a defesa de Valtão informou que nenhuma testemunha compareceria e reiterou pedido, já negado anteriormente, de cancelamento da audiência, já que, no entendimento da defesa, as testemunhas deveriam ter sido intimadas pela comissão.

Com a manutenção da negativa no cancelamento, a defesa procurou o Poder Judiciário, em busca de um mandado de segurança que, entre outros pedidos, solicitava pela invalidação das duas audiências já realizadas. 

Na decisão da 2ª vara da Fazenda Pública, através da juíza Luciana Virmond Cesar, foi indeferido o pedido da defesa. A sentença reforçou que a CPP seguiu os tramites legais e está amparada dentro do ordenamento jurídico. Em analogia ao Código de Processo Penas, a decisão determina que cabe à parte que tem interesse em trazer as suas testemunhas.

Prosseguindo com a mesma conduta com que vem pautando todos os seus atos, a CPP segue com a sua programação previamente agendada, mantendo a audiência no próximo dia 20.

Informações: Assessoria de Imprensa CMPG.

PUBLICIDADE

Recomendados