PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

Vídeo mostra ônibus articulado da VCG com superlotação

Ponta Grossa

24 de abril de 2021 16:19

Rodolpho Bowens


Relacionadas

Boletim da Covid traz 219 novos casos em PG

Jovens mortos na PR-151 são identificados

Dois jovens de PG morrem em acidente de moto

Arautos do Evangelho homenageiam enfermagem
UPA Santa Paula não tem insumos para atender covid
Carro é atingido por trem na entrada da Vila Borato
Jovem é preso por tráfico de drogas na região da Chapada
PUBLICIDADE

VCG alega que, com 50% da frota, “não tem o que fazermos”; a Prefeitura ainda não se posicionou sobre o assunto, mas disse que encaminhará uma resposta

Um vídeo enviado ao Portal aRede, na manhã deste sábado (24), mostra várias pessoas aglomeradas, dentro de um ônibus, do transporte público coletivo de Ponta Grossa. A situação preocupa, visto que a pandemia da covid-19 segue ativa e, uma das orientações de combate ao vírus, é o distanciamento social. Dessa forma, a aglomeração no serviço público vai contra o que a ciência tem orientado sobre o coronavírus e pode trazer prejuízos para os usuários dos ônibus.

De acordo com a zeladora Rosane Kletemberg, o transporte “está um absurdo, principalmente em dia de semana. A gente já não sabe o que fazer e onde procurar ajuda. Somos nós, trabalhadores, que estamos sofrendo”, relata a ponta-grossense que utiliza o serviço para trabalhar. Para Sheren Campos, os ônibus estão lotados, ocasionando, algumas vezes, a perca da linha – situação que a moradora relata via redes sociais.

Por conta de decisão judicial e a greve do Sintropas, em razão do atraso de salários dos funcionários da Viação Campos Gerais (VCG), o transporte público coletivo, de Ponta Grossa, tem funcionado com 50% da frota. Dessa forma, ocasionando a aglomeração dentro dos veículos. “As autoridades não estão se importando. Para eles, tanto faz, tanto fez. Tenho problema muito sério de anemia e minha imunidade é baixa”, relata Rosane.

A zeladora ainda ressalta o risco que os usuários do serviço estão passando. “Se um tiver covid ali dentro, todos pegarão. É uma falta de respeito. Nenhuma autoridade ajuda, nem a prefeita Elizabeth Schmidt (PSD). A gente fica muito triste com tudo o que está acontecendo. Ponta Grossa, ultimamente, está dando vergonha”, finaliza a cidadã em entrevista ao Portal aRede.

Viação Campos Gerais

A equipe do Portal aRede entrou em contato com a assessoria de comunicação da VCG, questionando a situação do transporte. De acordo com a resposta sobre as aglomerações, a assessoria responde “o que vamos fazer cumprindo uma determinação da Justiça rodando 50%”, em referência a diminuição da frota na cidade. Além disso a empresa, ao ser perguntada se há medidas educativas, dentro dos ônibus, como para os funcionários, de combate à covid, a assessoria comenta que “não” e pergunta: “Como você quer que a gente fale para uma pessoa que quer ir embora: desça do ônibus e não aglomere?”.

Por fim, o Portal aRede questionou se há estudos para que ocorra a diminuição da aglomeração de pessoas no transporte público. “Não tem o que fazermos. O que já sugerimos é o escalonamento na entrada dos comércios, para não sair tudo de uma vez. O problema é o horário de pico. No resto do dia roda vazio”, alega a assessoria da concessionária.

Prefeitura

Para ouvir o lado da Prefeitura Municipal de Ponta Grossa (PMPG), o Portal aRede também conversou com a assessoria do Executivo. Até o fechamento desta notícia, nenhuma resposta foi encaminhada. Apesar disso, os responsáveis disseram que encaminharão os esclarecimentos. Assim que a equipe do Portal aRede receber as informações, também publicará neste texto.

PUBLICIDADE

Recomendados