PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

Crianças viviam em condições subumanas no centro de PG

Ponta Grossa

30 de abril de 2021 21:29

Da Redação


Relacionadas

Doulas de PG retomam atendimentos nas maternidades

Geraldo Stocco vai propor CPI para investigar a VCG

Leandro solicita estender horário do delivery em PG

Santa Mônica passa a ter Câmara de Desenvolvimento Econômico
Liga Acadêmica promove evento sobre Autocuidado
Santa Mônica terá Câmara de Desenvolvimento Econômico
Núcleos de estudos capacitam professores sobre violência
Imagens feitas pela Patrulha Animal revelam cenário imundo, com lixo, em casa na área central Foto: Guarda Municipal / GM
PUBLICIDADE

Imagens feitas pela Patrulha Animal revelam cenário imundo, com lixo, em casa na área central

Três crianças (4, 6 e 9 anos) foram resgatadas pela Guarda Municipal, na tarde desta sexta-feira (30), do interior de um imóvel localizado na Rua do Rosário, na área central da cidade. Elas moravam num lixão doméstico e viviam em condições subumanas, segundo anotações realizadas pelos agentes da Patrulha Canina, responsável pela ação.

Em nota distribuída à imprensa, no início da noite, a GM informou que a equipe Patrulha Animal, em atendimento à denúncia de violência a animais, na Rua do Rosário, se deparou com uma situação de maus tratos contra pessoas, sendo essas 3 crianças de 9, 6 4 e 4 anos, que estavam vivendo em local insalubre e em condições subumanas.

‘De imediato foi acionado Conselho Tutelar Leste, que prontamente atendeu à solicitação da equipe. Estiveram presentes as conselheiras Elisangela Andrade e Jaqueline Ruppel que confirmaram as denúncias. Segundo relato das conselheiras, a senhora (mãe das crianças) estava sendo acompanhada, mas mudou de endereço e não as comunicou, dificultando o trabalho delas’, diz a nota.

Na sequência da operação, as crianças foram acolhidas e encaminhadas para uma  casa de apoio. Ainda se encontra um bebê recém-nascido hospitalizado que será acompanhado pelo Conselho Tutela. A GM fez contato com equipe da Zoonoses para possivelmente realizar a castração de uma cachorra que está no cio.

PUBLICIDADE

Recomendados