PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

Stocco pede prioridade na vacinação de professores

Ponta Grossa

03 de maio de 2021 16:30

Da Redação


Relacionadas

Acidente no Jardim Carvalho deixa um ferido

Feto é encontrado em caixa de recicláveis em PG

aRede tem 10 vezes mais audiência que soma de sites de PG

Portal aRede possui maior audiência no interior do Paraná
Atropelamento por trem deixa jovem gravemente ferido
Suspeitos de morte em Guaragi são presos pela PM
Comissão sugere instauração de CPI da Saúde
Parlamentar Geraldo Stocco Filho (PSB). Foto: Luiz Lacerda/CMPG
PUBLICIDADE

Vereador apresentou moção de sugestão legislativa incluindo profissionais da educação municipal (professores e servidores) nos grupos prioritárias em Ponta Grossa

O vereador Geraldo Stocco (PSB) apresentou uma moção de sugestão legislativa na Câmara Municipal de Ponta Grossa (CMPG) para garantir que professores e servidores da Educação Municipal sejam vacinados contra a covid-19. De acordo com o parlamentar, o município tem autonomia para incluir os servidores e professores nos grupos prioritários para garantir a vacinação já nas próximas semanas. 

O vereador argumenta que o Plano Nacional de Vacinação permite que o município inclua grupos tidos como prioritários. "Acredito que os professores e servidores da saúde são prioritários, especialmente diante de um interesse para o retorno ao ensino presencial", afirma o parlamentar. Stocco buscará uma reunião com a prefeita Professora Elizabeth Schmidt (PSD) para apresentar a demanda e destacar a importância de apoio à medida. 

Stocco lembra que vários municípios brasileiros já têm colocado os professores como grupo prioritário na fila da vacinação. "Se queremos tratar a Educação como ensino essencial é vital tratar os professores e colaboradores como essenciais também. A vacina traria segurança para um retorno ao ensino presencial de fato com menos riscos", explica o parlamentar do PSB. 

A moção de Stocco será apresentada na próxima quarta-feira (5) na Câmara Municipal de Ponta Grossa (CMPG) e o parlamentar conta com o apoio da base governista no apoio à medida. O vereador lembra que com os grupos de pessoas com 60 anos sendo vacinados, já é possível pensar na vacinação dos profissionais de educação. 

Geraldo cita como exemplo a cidade de Cascavel que aprovou um projeto semelhante e já está vacinando professores e servidores. "Cascavel foi um município que sofreu muito com a nova onda da covid. Lá os vereadores aprovaram uma lei com o mesmo intuito. Há uma flexibilização do Ministério da Saúde para que municípios escolham seus grupos prioritários diante de suas necessidades próprias", afirma o vereador.

Informações: Assessoria de Imprensa.

PUBLICIDADE

Recomendados