PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

Viação emite nota sobre greve e crise no transporte de PG

Ponta Grossa

07 de maio de 2021 09:30

Da Redação


Relacionadas

UEPG esclarece dúvidas sobre vacinas da covid-19

Gaeco denuncia 26 por crimes contra Sanepar em PG

Homem agride ex-companheira com chutes e socos em PG

Blindado do 13º BIB atinge poste e muro de casa em PG
Adolescente foge, bate o carro e é detido com crack em PG
PG vacina hoje grupos prioritários de 25 a 50 anos
Homem não paga corrida e apanha de Ubers no Cará-Cará
Empresa destacou ainda a ciência de que o período é crítico a todos, mas pediu calma neste momento Foto: Arquivo aRede
PUBLICIDADE

Em nota divulgada aos colaboradores, a empresa destacou ainda a ciência de que o período é crítico a todos, mas pediu calma neste momento para que não ocorra um agravamento ainda maior da situação

A Viação Campos Gerais emitiu uma nota comentando sobre a crise do transporte público em Ponta Grossa. Na noite desta quinta-feira (06), o Sintropas - sindicato que representa os trabalhadores - anunciou a paralisação total da frota a partir de hoje (07), sem previsão de normalização do sistema. A empresa, que teve as contas bloqueadas pela Justiça, afirma que está fazendo o possível para que 'a situação seja revertida'. 

De acordo com a nota, a VCG e o sindicato protocolaram há alguns dias uma petição na Justiça, solicitando que o valor bloqueado nas contas da empresa fosse liberado. "Os recursos de posse da Justiça e a arrecadação dos últimos dias já são suficientes para quitar a folha de março", afirma.

Leia a nota na íntegra.

A VCG e o sindicato peticionaram juntos um pedido para a liberação do valor bloqueado. Os recursos de posse da justiça e a arrecadação dos últimos dias já são suficientes para quitar a folha de março. A proposta era agilizar e efetuar a quitação hoje. Porém, na noite de ontem este pedido foi indeferido. 

Diante desta medida, o sindicato suspendeu a saída dos madrugueiros da garagem, que buscariam os funcionários para iniciar a jornada. 

Estamos trabalhando para reverter esta decisão no sentido de permitir que ainda hoje, a integralidade deste salário esteja na conta de todos.

Dependemos do judiciário neste instante para tal, mas reforçamos que o total da folha devida em 07 de abril de 2021 já está totalmente arrecadada para ser disponibilizada a todos, porém sob a guarda do poder judiciário que agora deve dar a destinação destes recursos. 

Pedimos aos funcionários, através de comunicados internos disparados ainda na noite de ontem  para que  não fosse  descumprida, determinação do TRT, mantentendo o transporte coletivo em funcionamento, tal qual determinado pelo judiciário. A justificativa está no fato de que são as arrecadações diárias as responsáveis para que os salários possam ser postos em dia, o mais brevemente possível.

Em nota divulgada aos colaboradores, a empresa destacou ainda a ciência de que o período é crítico a todos, mas pediu calma neste momento para que não ocorra um agravamento ainda maior da situação.


LEIA TAMBÉM:

-Trabalhador sofre para chegar ao emprego em PG;

-Transporte coletivo de Ponta Grossa é 100% paralisado;

-'Sem pagamento, a greve será de 100%,' diz sindicato;

PUBLICIDADE

Recomendados