PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

Tem comorbidades? Veja quando você será vacinado

Ponta Grossa

07 de maio de 2021 10:36

Da Redação


Relacionadas

Situação de rios de PG será debatida em audiência pública

SME investe em ações para a saúde mental na pandemia

AMTT retoma testes no sistema de transporte neste domingo

TatraBras apresenta veículos que serão fabricados em PG
Ponta Grossa realiza ato contra Bolsonaro neste sábado
CPI do Transporte distribui 15 mil páginas da VCG na segunda
Prefeitura de PG amplia a faixa etária para vacinação
Nesta nova fase o público-alvo serão as pessoas com comorbidades, gestantes, puérperas e pessoas com deficiência permanente Foto: Arquivo/aRede
PUBLICIDADE

Prefeitura de Ponta Grossa divulga regras para vacinação contra Covid-19 das pessoas com comorbidades

 

Na manhã dessa sexta-feira (7), a Fundação Municipal de Saúde (FMS), através da Atenção Primária e do departamento de Imunização, definiu como vai funcionar a aplicação das doses de vacina contra a covid-19 para o novo grupo. Nesta nova  fase o público-alvo serão as pessoas com comorbidades, gestantes, puérperas e pessoas com deficiência permanente.   

A vacinação acontecerá durante a próxima semana, iniciando na segunda-feira (10) e seguindo até a sexta-feira (14). Será aberto cadastro no site da Prefeitura para agendamento da aplicação. Os horários e locais dos agendamentos ainda estão sendo definidos. 

A FMS, seguindo orientação do Ministério da Saúde, estabeleceu a estratégia referente a operacionalização da vacinação, o grupo das pessoas com comorbidades será vacinado por idade, ou seja, do mais velho para o mais novo, em blocos de idades. O  escalonamento por blocos de idades iniciará de 55 a 59 anos, seguindo de 50 a 54 anos, 45 a 49 anos, 40 a 44 anos, 30 a 39 anos e 18 a 29 anos.

"Pacientes com comorbidades, que fazem parte do grupo prioritário e são acompanhados pelas Unidades Básicas de Saúde (UBS), podem se dirigir até a Unidade onde são acompanhados e retirar a declaração com a equipe, exceto pacientes com diabetes da rede pública que podem levar uma cópia da última receita (data de até 6 meses) para ficar retida que servirá para comprovação", explica a enfermeira da Atenção Primária, Daniele Fabian. 

 Os pacientes acompanhados pela rede privada também precisarão apresentar uma declaração do médico que o acompanha, esse modelo da declaração está disponível no Portal do CRM-PR para os médicos inscritos ( https://servicos.crmpr.org.br/portal/).   

"Essas declarações devem indicar uma das comorbidades incluídas como prioritárias para a vacinação contra a covid, que constam no Plano Estadual de Vacinação contra a Covid", comenta Daniele. 

As vacinas serão aplicadas após o agendamento das mesmas no site da Prefeitura. "Reforçamos que o agendamento não garante a aplicação da vacina, pois depende da validação da declaração que o usuário apresentará para a equipe", diz Daniele.  

 

 COMORBIDADES DEFINIDAS COMO PRIORITÁRIAS:

- Diabetes Melitus ( qualquer indivíduo com diabetes) 

- Pneumopatia crônica grave ( DPOC, Fibrose cística, Fibroses pulmonares, Pneumoconioses, Displasia broncopulmonar, Asma Grave – Em uso de corticóides sistêmicos 

- Hipertensão Arterial Resistente ( Em uso de mais de 3 ou mais Anti-hipertensivos, H.A. estágio 3, independente de Lesão em órgão alvo ou comorbidade, H.A. est 1 ou 2 na presença de Lesão em órgão alvo e/ou comorbidade) 

- Doenças cardiovasculares (Insuficiência Cardíaca, Cor-pulmonale e Hipertensão pulmonar, Cardiopatia hipertensiva, Síndromes coronarianas, Valvopatias, Miocardiopatias e pericardiopatias, Doença da aorta, Dos grandes vasos, Arritmias cardíacas, Cardiopatias congênitas no adulto, Próteses valvares e dispositivos Valvares implantados)

- Doença cerebrovascular (AVE isquêmico ou hemorrágico, acidente isquêmico transitório, Demência vascular) 

- Doença renal crônica (DRC estágio 3 ou mais, Síndrome nefrótica)

- Obesidade mórbida ( IMC >40)

- Cirrose hepática (Cirrose hepática Child -Pugh A, B ou C)

- Imunossuprimidos (Indivíduos transplantados De órgão sólido, Indivíduos transplantados De medula óssea, Indivíduos em uso de Imunossupressores, Imunodeficiência primárias, Pacientes oncológicos que realizam quimio ou radio Nos últimos 6 meses, Neoplasias hematológicas, Pessoas vivendo com HIV e/ou Pulsoterapia e/ou ciclofosfamida)

- Anemia falciforme (Anemia falciforme, )Talassemia

- Síndrome de Down

- Gestante e puérpera com comorbidades 

- Doença renal crônica em diálise – serão vacinados no próprio serviço de saúde. 

-  Deficiência permanente  

 

Além destas indicações clínicas descritas acima, as pessoas entre 18 e 59 anos, serão vacinadas se portarem: 

- Síndrome de Down – mediante declaração. 

- Gestante e puérpera com comorbidades – mediante declaração. 

- Doença renal crônica em diálise – serão vacinados no próprio serviço de saúde.  

Também por bloco de idade serão incluídas as pessoas com deficiência permanente, cadastradas no Benefício de Prestação Continuada (BPC). Nesta fase, a idade deve ser entre 55 e 59 anos e mediante cadastro na Fundação Municipal de Assistência Social ou Secretaria Municipal Políticas Públicas Sociais (SMPPS) do município por deficiência permanente. 

A conferência será feita em listagem já fornecida pela SMPPS e FASPG no dia da vacinação. O agendamento também será pelo site da Prefeitura.  

 

PUBLICIDADE

Recomendados