PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

Veja como a Câmara votou no pedido de cassação de Passos

Ponta Grossa

02 de junho de 2021 16:09

Rodolpho Bowens


Relacionadas

Unidade da Codapar em Ponta Grossa volta a ser leiloada

Exército emite nota justificando a escolha de Recife pela ESA

Alunos de PG vencem concurso estadual

Gerente da Unimed PG ganha prêmio nacional de RH
PG terá ato contra a vinda de Bolsonaro aos Campos Gerais
Empresários de PG realizam ação para tratamento de jovem
Covereador de PG assume secretaria geral do PSOL no PR
Foram nove votos contrários e oito favoráveis. Foto: Camila Zanardini/CMPG
PUBLICIDADE

Em processo na Justiça, Felipe é acusado de “rachadinha” e assédio moral e sexual contra ex-assessores

A Câmara Municipal de Ponta Grossa (CMPG) votou, nesta tarde de quarta-feira (2), contra o pedido de cassação do vereador Felipe Ramon dos Passos (PSDB). Foram nove votos favoráveis e oito contrários. Dessa forma, a solicitação de criação da Comissão Parlamentar Processante (CPP) será arquivada. Felipe é acusado de ter realizado “rachadinha” e assédio moral e sexual contra ex-assessores.

A solicitação para o pedido de cassação foi apresentado por Geraldo Stocco Filho (PSB) e Josiane Schade Kieras (PSOL), bem como do Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) de Ponta Grossa, que tem como presidente o ex-prefeito Marcelo Rangel Cruz de Oliveira.

Confira abaixo como cada vereador votou – os suplentes dos parlamentares envolvidos foram convocados para a votação:

- Favoráveis a abertura da CPP: Hadassa Ojea (PSOL) – suplente ‘Josi do Coletivo’; Izaías Salustiano (PSB); Jairton da Farmácia (DEM); Joce Canto (PSC); Julio Kuller (MDB); Marcelo Aparecido (PSB) – suplente Geraldo Stocco; Maurício Silva (PSDB) – suplente Felipe Passos; e Ede Pimentel (PSB).

- Contrários a abertura da CPP: Celso Cieslak (PRTB); Divo (PSD); Dr. Erick (PSDB); Filipe Chociai (PV); Leandro Bianco (Republicanos); Léo Farmacêutico (PV); Missionária Adriana Jamier (SD); Pastor Ezequiel (Avante); e Paulo Balansin (PSD).

A juíza Luciana Virmond Cesar, da 2ª Vara da Fazenda Pública de Ponta Grossa, determinou, em 27 de maio, o bloqueio de R$ 50 mil do vereador Felipe em ação proposta no Ministério Público. O processo tem o número: 0012789-21.2021.8.16.0019.

 

Assuntos semelhantes:

Câmara rejeita abertura de CPP contra Felipe Passos.

Câmara decide hoje se aceita pedido de cassação de Passos.

Felipe se defende das acusações e repudia cassação.

PUBLICIDADE

Recomendados