PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

Passos denuncia Stocco na Corregedoria da Câmara

Ponta Grossa

29 de junho de 2021 20:18

Rodolpho Bowens


Relacionadas

Avião atinge o solo em voo rasante de piloto

Contratação de temporários deve ser a maior desde 2013

Elizabeth deve ir a Dubai atrás de investimentos para PG

Com foco na saúde visual, Ótica MiraLens é destaque em PG
Giselle Bortolin apresenta novo aparelho para reduzir medidas em PG
Humai-UEPG expande atendimento materno-infantil
Pianowski se destaca no mercado de iluminação em PG
Felipe Passos (à esquerda) e Geraldo Stocco (à direita). Foto: Luiz Cunha/CMPG
PUBLICIDADE

Parlamentares discutiram na última ‘Sessão Ordinária’, em 28 de junho; Passos acusa Stocco de ter chamado ele de “vagabundo”

O vereador da cidade de Ponta Grossa, Felipe Ramon dos Passos (PSDB), apresentou uma denúncia para a Corregedoria da Câmara Municipal de Ponta Grossa (CMPG) contra o parlamentar Geraldo Stocco Filho (PSB), nesta terça-feira (29). O documento pede a “suspensão temporária do exercício do mandato” de Stocco, por ele, supostamente, ter chamado Felipe Passos de “vagabundo”, na última ‘Sessão Ordinária’ da Casa de Leis, em 28 de junho. A discussão entre os vereadores ocorreu por conta da transparência de diárias dos parlamentares.

De acordo com a denúncia, “o vereador Geraldo Stocco Filho, extrapolando qualquer debate democrático, veio a proferir ofensa moral contra este subscritor (Felipe) cometendo clara infração ao decoro parlamentar”, explica o documento, que também traz a informação de que Stocco teria chamado Passos de “vagabundo” no tempo de “1h30m05s” – se referindo a gravação disponibilizada nas redes sociais da CMPG.

Além disso, Felipe Passos escreve que Geraldo Stocco atribui “qualidade negativa que ofende a dignidade, o decoro”. Dessa forma, o vereador pede que a Corregedoria realize os procedimentos legais e suspenda, temporariamente, o mandato do parlamentar do Partido Socialista Brasileiro.

Outro lado

O Portal aRede procurou o vereador Geraldo para que pudesse se posicionar sobre a denúncia. “Ainda não fui formalmente notificado. No entanto, nessa segunda-feira (28), tive uma ríspida discussão com alguns vereadores, entre eles Felipe Passos, acusado de rachadinha e assédio sexual no âmbito do Poder Judiciário, e o vereador Paulo Balansin (PSD). A discussão girou em torno do pagamento de diárias - das quais eu sou contrário”, relata.

Stocco ainda conclui que, “além do mais, mais uma vez o vereador Felipe, desta vez fora do microfone, me acusou de cometer um crime de trânsito enquanto dirigia, o que é mentira. No entanto, me exaltei ao me referir ao parlamentar”, finaliza.


Assuntos semelhantes:

Diária de viagens gera discussão entre vereadores na Câmara.

Stocco cobra fim do pagamento de diárias na Câmara de PG.

PG pode realizar campanha 'Vacina contra a Fome'.

PUBLICIDADE

Recomendados