Assessora e advogada se posicionam sobre Salustiano

Profissional que trabalha com o vereador, além da advogada de uma das pessoas que estariam com Izaías, negaram as agressões do parlamentar.

Vereador foi encaminhado para a 13ª Subdivisão Policial.
Vereador foi encaminhado para a 13ª Subdivisão Policial. -

Rodolpho Bowens

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

Profissional que trabalha com o vereador, além da advogada de uma das pessoas que estariam com Izaías, negaram as agressões do parlamentar

A advogada de uma das pessoas que estariam com o vereador Izaías Salustiano (PSB), além da assessora de Marketing do parlamentar, se posicionaram a respeito do caso envolvendo o representante da Câmara Municipal de Ponta Grossa (CMPG) – Izaías foi preso e acusado de violência doméstica. Ele foi liberado após pagar fiança. A situação aconteceu na madrugada desta sexta-feira (16), na cidade ponta-grossense. Segundo elas, o vereador não teria realizado nenhum tipo de agressão física.

Confira abaixo a nota da advogada:

“Sou Elaine Tramontim, advogada de Priscila de Jesus, uma das pessoas que acompanhavam o Izaias na data de ontem na situação ocorrida com a Sra. Mirielle. Pois bem, na data de ontem estavam reunidos na chácara, após um dia de trabalho externo, na presença de alguns amigos, sendo um deles o vereador Izaías Salustiano e sua assessoria de imprensa. Ocorre que por volta das 22h adentrou de forma completamente violenta no recinto as pessoas de Mirielle e Gisele, atacando fisicamente e brutalmente minha cliente de forma completamente traiçoeira.

Assim, tentando defender-se das agressões sofridas por Mirielle e Gisele, minha cliente acabou por agredir na parte frontal da boca de Mirielle. Nesse ínterim, na tentativa de acabar com as agressões, o vereador tentou impedir a situação acontecida pelas mulheres. Desta forma, ressaltamos que jamais houve agressão física por parte do vereador Izaías em qualquer das pessoas ali presentes. Nossa posição é justamente para esclarecer a verdade dos fatos perante a opinião pública, bem como ressaltar a importância para que a sociedade utilize a polícia de forma consciente, não realizando falsa comunicação de crime para obtenção de vantagem própria”.

Confira abaixo a nota da assessora de Marketing:

“Me chamo Caroline e sou assessora de Marketing do vereador Izaías Salustiano, e na data de ontem (16) passei a tarde com o vereador em trabalho nos bairros. Final da tarde fomos para a chácara de um amigo do vereador onde estávamos jantando e a ex-mulher do vereador chegou acompanhada de mais uma mulher. As duas chegaram agredindo a Priscila, quebrando tudo e até eu mesma fui ameaçada de morte pela mulher que estava acompanhada da ex-mulher do vereador. Precisei me esconder dentro do banheiro para não ser agredida.

Deixo clara minha nota que em nenhum momento eu presenciei agressão da parte do vereador”.

Delegado detalha prisão

O delegado da Polícia Civil, Fernando Jasinski, detalhou como tudo aconteceu. "Eles tiveram uma discussão e acabaram entrando em vias de fato. Ela sofreu lesões leves na região da boca. Diante deste contexto, que se aplica a Lei Maria da Penha, ele foi preso e na sequência arbitrado fiança. O valor foi pago e agora ele deverá responder em liberdade".

Jasinski afirma que o vereador relatou "algumas condutas relacionadas a convivente, que serão apuradas pela Polícia Civil".

Assuntos semelhantes:

Câmara de PG divulga nota sobre vereador Salustiano.

PSB de PG se posiciona sobre vereador Izaías Salustiano.

Mulher de Salustiano vai manter ação criminal.

Conteúdo de marca

Quero divulgar right