PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

Kuller apresenta projeto que revoga a lei do ‘kit-covid’

Ponta Grossa

17 de julho de 2021 17:00

Rodolpho Bowens


Relacionadas

Motociclista é encaminhado ao PSM após grave acidente em PG

PCdoB de Ponta Grossa elege sua Direção Municipal

Mais de 10,5 mil vacinas contra covid são aplicadas em ação

Briga generalizada no Buenos Aires resulta em dois feridos
Missa de 7º dia da morte de Giuliana ocorre neste domingo
Homem é detido após agredir esposa e filho recém-nascido
Semana do Consumidor da Bem Estar encerra neste sábado
Vereador de Ponta Grossa, Julio Kuller (MDB). Foto: Luiz Cunha/CMPG
PUBLICIDADE

Parlamentar cita que o Ministério da Saúde admitiu a ineficácia dos remédios contra o coronavírus, dessa forma, “não há o porquê de nós termos uma lei”

O vereador da cidade de Ponta Grossa Julio Kuller (MDB) protocolou na tarde da última sexta-feira (16), na Câmara Municipal de Ponta Grossa (CMPG), o Projeto de Lei (PL) 166/2021, que pede a revogação da Lei Municipal nº 13.942, de 19 de maio de 2021. A lei em questão fala sobre a disponibilização dos medicamentos do chamado ‘kit-covid’ para um possível tratamento precoce contra o coronavírus – o uso dos remédios foi aprovado pelo Legislativo ponta-grossense.

De acordo com o parlamentar Julio, a total revogação da lei seria por conta de o Ministério da Saúde ter emitido uma nota à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Pandemia, em 14 de julho, admitindo a ineficácia da hidroxicloroquina, cloroquina, azitromicina e ivermectina contra a covid-19 – veja mais detalhes clicando aqui. Dessa forma, segundo ele, “não há o porquê de nós termos uma lei, aqui em Ponta Grossa, se o próprio Ministério da Saúde, que é o órgão máximo aqui no Brasil, diz que são ineficazes”, disse ao Portal aRede.

Por fim, o vereador pede que as pessoas “vacinem-se, porque a vacina salva vidas”.

Lei municipal

Por conta de a prefeita de Ponta Grossa, Elizabeth Schmidt (PSD), não ter se posicionado sobre o ‘kit-covid’, a CMPG acabou promulgando o Projeto de Lei (PL) 035/2021. Confira abaixo quais vereadores foram favoráveis e contrários à proposta, que fala sobre o uso dos medicamentos – ainda não há confirmação científica que mostre que os remédios são eficazes para o coronavírus:

- Favoráveis: Adriana Jamier da Silva (SD); Daniel Milla Fraccaro (PSD); Divonsir Pereira Antunes (PSD); Edelmar Pimentel (PSB); Ezequiel Marcos Ferreira Bueno (Avante); Felipe Ramon dos Passos (PSDB); Filipe Chociai (PV); Jairton Nicoluzzi (DEM); Jose Carlos Sahagoff Raad (PSL); Leandro Bianco (Republicanos); Leonilton Antonio Carneiro (PV); e Paulo Roberto Balansin (PSD).

- Contrários: Geraldo Stocco Filho (PSB); Izaías Salustiano (PSB); Joceméuri Corá Canto (PSC); Josiane Schade Kieras (PSOL); e Julio Francisco Schimanski Kuller (MDB).

Os vereadores Erick Camargo (PSDB) e Walter José de Souza (PRTB) não estavam presentes na sessão à época.


Assuntos semelhantes:

PT e PCdoB entram na Justiça contra 'kit-covid' em PG.

Prescrição do 'kit-covid' no SUS vira lei em PG.

Elizabeth não se posiciona e 'kit-covid' é promulgado pela CMPG.

PUBLICIDADE

Recomendados