PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

App lançado pela Prefeitura traz problemas em Ponta Grossa

Ponta Grossa

20 de julho de 2021 23:00

Rodolpho Bowens


Relacionadas

Motorista se desespera e carro capota em rua sem saída em PG

Incêndio criminoso destrói três casas em Uvaranas

PG tem 97% do público vacinado com a 1ª dose

UEPG desmente vazamento de tema do vestibular
Adolescente morto em bar de PG é identificado
Homem entra em bar, mata um e fere dois no Sabará
Vestibular de Primavera da UEPG acontece hoje
Agendamentos para a vacina serão por aplicativo. Foto: Arquivo
PUBLICIDADE

‘Vacina PG’ foi criado em parceria com a Universidade Tecnológica Federal do Paraná, por meio do curso de Ciência da Computação e incentivo financeiro da rede de Supermercados Condor

Na última segunda-feira (19), a Prefeitura Municipal de Ponta Grossa (PMPG), por meio da Fundação Municipal de Saúde (FMS), anunciou o aplicativo ‘Vacina PG’. Com o objetivo de facilitar o agendamento para a vacinação contra a covid-19 para o público de 18 a 35 anos, o uso da tecnologia tem causado problemas para munícipes, visto que muitos não estão conseguindo se cadastrar no aplicativo, e acabam causando aglomeração nos postos de saúde, visto que o Poder Executivo orienta que as pessoas procurem os locais para receber assistência. Somente em um desses ambientes, mais de 300 cidadãos foram atrás de ajuda, nesta terça-feira (20), segundo uma profissional da Saúde - assista a entrevista clicando aqui.

A prefeita de Ponta Grossa, Elizabeth Schmidt (PSD), ressaltou, no lançamento do aplicativo, que ele tornaria os agendamentos mais ágeis. “Nossas equipes da Saúde estão trabalhando firmes nas ações de vacinação da população. Tudo que for elaborado para somar e para melhorar nós vamos fazer. Hoje em dia, a maior parte das pessoas contam com um aparelho de celular com aplicativos, por isso acaba sendo uma ferramenta de fácil acesso para todos. O ‘Vacina PG’ vem para deixar ainda mais ágil os cadastros e chamamentos da população".

Apesar disso vários relatos, via redes sociais, têm mostrado problemas no cadastro do aplicativo. "Estava tudo ótimo, até chegar este aplicativo que não funciona", escreveu uma seguidora do Portal aRede. "O aplicativo está mandando ir até um posto de saúde, será que não vai ter aglomeração?", indagou uma internauta – como mencionado acima, em um desses locais, uma profissional da Saúde disse que mais de 300 pessoas procuraram ajuda.

Rafael, de 34 anos, enviou um vídeo ao Portal aRede relatando o problema e pedindo solução à Prefeitura. “Já fui na Unidade de Saúde e meus dados estão atualizados. Minha preocupação é não conseguir me cadastrar e não poder tomar a vacina”. O ‘Vacina PG’ pede que a pessoa forneça o número do Cartão Nacional de Saúde (CNS), para ter acesso ao aplicativo e o cadastro seja dado como completo.

Entrevista ao vivo

Com o objetivo de sanar as dúvidas sobre o aplicativo ‘Vacina PG’, bem como da população, o secretário de Saúde de Ponta Grossa, Rodrigo Manjabosco, conversará com o Portal aRede, nesta quarta-feira (21), a partir das 14h. O bate-papo poderá ser acompanhado por meio das mídias digitais. Na ocasião, espera-se que a Prefeitura Municipal de Ponta Grossa (PMPG), por meio do presidente da Fundação Municipal de Saúde (FMS), esclareça quais os problemas que o aplicativo vem sofrendo, bem como orientar as pessoas sobre quais os procedimentos que elas necessitam fazer para confirmar o seu cadastro no ‘Vacina PG’.


Assuntos semelhantes:

População relata problemas em app 'Vacina PG'.

Em PG, público de 18 a 35 anos agendará vacina por app.

PUBLICIDADE

Recomendados