PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

Com o avanço da vacinação, como fica a educação em 2021?

Ponta Grossa

21 de julho de 2021 19:30

Andre Bida


Relacionadas

PG tem mais 34 casos e duas mortes pela covid

Concurso de fotografia do Sintropas premia ganhador

Homem leva dois tiros em bairro de PG nesta manhã

Escritora ponta-grossense lança sexto livro infantil
Homem é atingido por dois tiros na região da Boa Vista
PG realiza mais de 300 exames preventivos para as mulheres
Em casa, Operário enfrenta o Coritiba pela Série B
Tema foi pautado durante live do Portal aRede com a diretora da escola superior de educação da Uninter Foto: Reprodução/aRede
PUBLICIDADE

Tema foi pautado durante live do Portal aRede com a diretora da escola superior de educação da Uninter

A importância da educação é primordial para o desenvolvimento de uma sociedade mais justa, solidária e com poder de reflexão. No entanto esse papel e foco de atuação não fica somente para alunos e professores. Os pais, gestores e governantes precisam ter voz ativa neste processo para que os resultados apareçam. Diante desta perspectiva, o Portal aRede conversou com Dinamara Pereira Machado, diretora da escola superior de educação do Grupo Educacional Uninter. Assista a entrevista completa ao vídeo da matéria

O primeiro passo para uma educação de qualidade se dá pela qualificação dos docentes. "Formar professores é sempre um compromisso social, principalmente com a pandemia. Um pai que está em casa, uma mãe ou uma tia não tem a formação para, de fato, educar uma criança na alfabetização, no letramento, no gosto pela leitura, no gosto pelos números. Por isso que os cursos de licenciatura precisam ficar mais aprofundados, com muita prática", comenta a diretora.

A área vive em constante mudança buscando refletir sobre os fatores sociais e a importância da escola para a vida e formação de crianças e alunos. "O profissional da educação, como os demais profissionais, precisa estar em constante aperfeiçoamento e sempre tem algo novo dentro da escola. Então, nós não podemos pensar: 'fiz um curso de licenciatura e não preciso mais continuar'", complementa Dinamara.

A diretora reforça que o gestor da instituição precisa estar inserido nesta constante evolução. "Um gestor da área de educação precisa entender de educação. Fazer gestão nesta área é diferente de uma fábrica. Nós lidamos com os valores humanos e para isso precisamos estar em constante formação, se não o gestor vai ficar com uma 'cabeça' de estudante do tempo de formação", aponta.

 

Retorno das aulas presenciais

O tema volta às aulas presenciais também foi pautado na entrevista. Para Dinamara, o retorno é fundamental, desde que siga todas as medidas dos órgãos de saúde. "É essencial retornar às aulas presenciais, mas reforço que a escola nunca parou. Agora o retorno presencial físico é necessário. A escola tem uma função social, precisamos retornar seguindo os protocolos sanitários. Se a criança está gripada, fique em casa. O que aprendemos neste período de pandemia? Que existe e é possível ter o ensino híbrido. As gerações do ensino básico são aquelas que mais dependem de nós", relata a diretora.

 

Educação é papel de todos

Ao final da entrevista, a diretora da escola superior de educação da Uninter ressaltou que pais, gestores e governantes precisam também ter voz ativa neste processo de fortalecimento da educação para que os resultados apareçam.

"A educação não pode ser somente discurso, precisamos sair dele e ir para a prática. Precisamos fazer com que os índices de educação melhorem e isso só acontece quando todos fazem sua parte, pais, mães, professores, gestores e governantes. Precisamos de uma mudança efetiva", finaliza Dinamara.

 

Assista a entrevista completa com Dinamara Pereira Machado

PUBLICIDADE

Recomendados