PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

Entidade de PG pede inclusão de obras em nova concessão

Ponta Grossa

22 de julho de 2021 17:39

Rodolpho Bowens


Relacionadas

Executivo cede barracões do IBC para uso de indústrias

Arrecadação de ICMS em PG atinge R$ 600 milhões

Veto à Lei de vacinação de autistas sai por um dia de vistas

Grupamento de Bombeiros recebe emenda de R$ 250 mil
Conselho de Transportes de PG passa a ser consultivo
Adesivador morto com 120 kg de droga é identificado
Câmara manifesta apoio aos profissionais da enfermagem
Avenida Presidente Kennedy é um dos locais solicitados para novas obras. Foto: Arquivo/aRede
PUBLICIDADE

Comissão de Segurança da Avenida Souza Naves, Presidente Kennedy e Senador Flávio Carvalho Guimarães enviou ofício ao Governo Estadual

Com o atual contrato de pedágio do Paraná terminando neste ano, em novembro, o Governo Estadual, por meio do governador Carlos Massa Ratinho Junior (PSD), fixou um novo projeto que prevê R$ 42 bilhões em investimentos nos próximos 30 anos. Com a promessa de tarifas mais baixas e garantia de obras, a Comissão de Segurança da Avenida Souza Naves, Avenida Presidente Kennedy e Avenida Senador Flávio Carvalho Guimarães, de Ponta Grossa, enviou um ofício ao governador solicitando manutenções em trechos dessas vias.

O documento enviado ao Portal aRede pelo fundador do ‘Grupo’ Emerson Luiz Sansana (MDB), também vereador suplente da Câmara Municipal de Ponta Grossa (CMPG), traz ideias para a construção de passarelas – também subterrâneas, trincheiras, viaduto, ciclofaixa, aumento de iluminação, entre outras demandas. “Precisamos pôr essas questões em discussão, para que não cometamos o mesmo erro do passado, que foi assinado um contrato e não comtemplava obras de segurança para a nossa região”, explica Sansana.

De acordo com Emerson, buscou-se contato com o secretário de Infraestrutura e Logística do Paraná, Sandro Alex, mas ainda não houve resposta. Segundo o artigo 73, do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), “os órgãos ou entidades pertencentes ao Sistema Nacional de Trânsito têm o dever de analisar as solicitações e responder, por escrito, dentro de prazos mínimos, sobre a possibilidade ou não de atendimento, esclarecendo ou justificando a análise efetuada, e, se pertinente, informando ao solicitante quando tal evento ocorrerá”. Apesar disso, o Portal aRede entrou em contato com o secretário e ele afirmou que “não tenho conhecimento” sobre as solicitações.

Confira abaixo as intervenções solicitadas:

- Retorno acesso à Vila Pinheirinhos;

- 17 passarelas;

- Quatro intercessões em desnível (Trincheira 1, de acesso à Vila Cristo Rei; Trincheira 2, de acesso às Vilas Santa Luzia e Parque do Café; Trincheira 3, de acesso/retorno à BR-151; e Viaduto 1, de acesso às Vilas Romana e Real);

- Fechamento total do canteiro central da Souza Naves, Senador Flávio Carvalho Guimarães e Presidente Kennedy;

- Passeio adequado ao longo de todas as avenidas;

- Iluminação central ao longo de todas as avenidas;

- Ciclofaixa ao longo de todas as avenidas;

- Monitoramento constante ao longo de todas as avenidas.

Segundo o fundador da Comissão de Segurança, vistorias foram realizadas para definir as intervenções acima. “Locais onde há mais incidência de travessia de pedestres e onde tem mais conflitos de carros”, explica ao Portal aRede. Além disso, o ‘Grupo’ solicita a avaliação das seguintes questões:

- Construção de passarelas subterrâneas;

- Intervenção de obras da Rumo (responsável pelas ferrovias) no viaduto das Vilas Romana e Real e trincheira das Vilas Santa Luiza e Parque do Café;

- Aumentar a velocidade permitida nas pistas centrais para 80 Km/h;

- Retirada parcial ou total das lombadas.

Sobre o porquê da apresentação dessas ideias, Emerson comenta que “com essas intervenções, nossa comunidade pode dar um salto em desenvolvimento e segurança. Principalmente das nossas crianças que atravessam as rodovias cotidianamente para ir até a escola, e também dos mecânicos” que estão, todos os dias, fazendo o uso dos locais, de acordo com o parlamentar ponta-grossense.

Concessão

A nova concessão dos pedágios, anunciada pelo governador Ratinho Junior, também foi avaliada pelo fundador da Comissão de Segurança. Para ele, “o momento é ímpar na nossa história, onde temos a possibilidade de mudar nosso futuro e melhoras as coisas da região, a qual tem sofrido com congestionamentos estressantes e acidentes que causam prejuízos para a população”, conclui Emerson Sansana.

PUBLICIDADE

Recomendados