PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

Balansin detalha votação de contas de ex-prefeitos

Ponta Grossa

01 de agosto de 2021 15:15

Rodolpho Bowens


Relacionadas

Carro pega fogo após falha mecânica na Souza Naves

Polícia Militar prende dupla acusada de estelionato em PG

Dupla provoca incêndio após confusão em bairro de PG

Homem é morto com oito tiros na Vila Romana, em PG
Motociclista é encaminhado ao PSM após grave acidente em PG
PCdoB de Ponta Grossa elege sua Direção Municipal
Mais de 10,5 mil vacinas contra covid são aplicadas em ação
Vereador da cidade de Ponta Grossa, Paulo Roberto Balansin (PSD). Foto: Rodolpho Bowens/aRede
PUBLICIDADE

Líder da Comissão de Finanças da Casa de Leis participou de entrevista no sexto programa da temporada do ‘Doc.Com na aRede’

Na última sexta-feira (30), o vereador da cidade de Ponta Grossa, Paulo Roberto Balansin (PSD), participou do sexto programa da segunda temporada do ‘Doc.Com na aRede’. Em conversa com o jornalista Eduardo Farias, o presidente da Comissão de Finanças, Orçamento e Fiscalização da Câmara Municipal de Ponta Grossa (CMPG), e corregedor do Legislativo, detalhou a situação das votações das contas dos ex-prefeitos Jocelito Canto e Marcelo Rangel, e explicou os trabalhos desenvolvidos pela Corregedoria. A entrevista na íntegra está disponível clicando aqui.

Durante o bate-papo, o parlamentar comentou que as votações das contas dos ex-líderes municipais estavam paradas, e lembrou que o Ministério Público solicitou que elas sejam colocadas em pauta no Plenário. “Há um mês estamos trabalhando nisso. Eles já tiveram o direito de se defenderem. Hoje (30), tivemos uma reunião da Comissão, com os cinco membros, e cada um dará o seu parecer. Até 15 de agosto as duas contas serão votadas, ambas no mesmo dia”, revelou o vereador da cidade.

Os parlamentares que apresentarão os seus pareceres compõem a Comissão de Finanças: Filipe Chociai (PV); Josiane Schade Kieras (PSOL), mais conhecida como ‘Josi do Coletivo’; Julio Kuller (MDB); e Missionária Adriana (SD). O Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE/PR) apresentou parecer reprovando ambas as contas dos ex-prefeitos. Dessa forma, são necessários 13 votos no Plenário da Casa de Leis para mudar o parecer do Tribunal, o que contrariaria a indicação inicial do TCE/PR.

Ainda durante o bate-papo, Paulo reforçou que ambas as contas não apresentaram dolo, mas que situações foram destacadas pelo TCE/PR por conta da Lei de Responsabilidade Fiscal. “Temos que analisar aquilo que o Tribunal falou, que não tem dolo, mas tem erros técnicos. Estamos analisando, são muitas coisas e dá um desgaste muito grande. Fizemos todos os prazos e faremos o que for o mais correto possível. Seria mais difícil se tivesse dolo, mas como não tem, é mais um julgamento político”, disse o parlamentar ponta-grossense.

Denúncias na Corregedoria

Ainda no decorrer da conversa no ‘Doc.Com na aRede’, o vereador foi questionado sobre os trabalhos na Corregedoria, visto que a Casa de Leis tem tido casos de parlamentares denunciados. “Sou contra certas coisas na Câmara, de ofensas pessoais, inclusive fora do microfone. Então, eu acho que temos que dar um basta nisso. Fui eleito e farei a minha parte. A Câmara é um local de respeito e a Corregedoria tem que tomar uma atitude”, finalizou Paulo Roberto Balansin. Recentemente, o vereador Felipe Passos (PSDB) denunciou Geraldo Stocco (PSB), o qual teria chamado Felipe de “vagabundo”. Izaías Salustiano (PSB) também deve ser investigado por conta de violência doméstica.


Assuntos semelhantes:

Comissão notifica Rangel sobre votação de contas.

Jocelito entrega defesa de contas e fala em erros formais.

Passos denuncia Stocco na Corregedoria da Câmara.

PUBLICIDADE

Recomendados