PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

Moradores se revoltam com abandono em rua de Uvaranas

Ponta Grossa

02 de agosto de 2021 16:03

Igor Rosa


Relacionadas

Livro de Fábio Holzmann fala sobre patrimônio cultural de PG

Casa do Artesão produz itens para o Dia das Crianças

Gaeco combate exploração de jogos de azar em PG

Ex-técnico de basquete de PG é solto pela Justiça
Projeto leva atores nas escolas para leituras dramatúrgicas
Clube Hípico de PG lança projeto social pioneiro no Brasil
Ponta Grossa ultrapassa 2.200 árvores plantadas em 2021
PUBLICIDADE

De acordo com os moradores, o vice-prefeito esteve no local e prometeu melhorias na via, que não recebe manutenção há mais de seis anos.

A rua Andrade Neves, na região de Uvaranas, é motivo de reivindicação dos moradores. O local, que é considerado um corredor de acesso ao Hospital Universitário, está sem manutenção há mais de seis anos. Os vizinhos se viram como podem, colocando entulhos para tapar os buracos. Diversas solicitações foram feitas, porém até o momento, nada foi feito por parte da Prefeitura de Ponta Grossa. 

Roberto Wasilewski é empresário nesta região. Ele afirma que ao menos nos últimos seis anos, nenhum tipo de manutenção foi feita para melhorar a via. "Nós utilizamos muito essa rua. Quando chove fica intransitável, tem muita valeta. Cada vizinho coloca o que tem de entulho para tentar amenizar o problema. Já falamos com várias pessoas, para tentar interceder", disse. "Há uns oito meses quem esteve aqui e prometeu uma providência foi o vice-prefeito [Capitão Saulo], mas até agora nada", complementou. 

Os moradores pedem o mínimo de infraestrutura e atenção por parte do poder público. "Qualquer coisa que possa ser feito já é bem vindo. Aqui é um corredor: tudo que vem do Hospital Vicentino, Olarias, Davi Fedderman passa por aqui pra ir pro Hospital Regional, UEPG, então arrumar aqui vai ser bom pra todo mundo", finaliza Wasilewski. 

Gilson Boamorte é morador da rua Andrade Neves. Ele relata como é viver tendo os buracos como obstáculos para sair e chegar em casa todos os dias. "Aqui está feio, principalmente estas saídas. O pessoal está deixando a frente dos carros nos buracos", conta. "Eu nunca vi passar uma máquina da Prefeitura aqui. Um vizinho foi lá e disseram que no mapa consta como asfaltada essa rua. A gente pede pra que venham e arrumem, porque só vir não adianta. Esses dias caiu um motuqueiro aqui, se arrebentou em um desses buracos aqui", finaliza. 

Em nota ao Portal aRede e ao Jornal da Manhã, a Prefeitura informa que "em relação à via mencionada pela reportagem, a Secretaria de Serviços Públicos (SSP) informa que enviará técnicos ao local, nos próximos dias, para verificar a situação atual e quais medidas podem ser empreendidas.

PUBLICIDADE

Recomendados