PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

Executivo cede barracões do IBC para uso de indústrias

Ponta Grossa

02 de agosto de 2021 21:23

Rodolpho Bowens


Relacionadas

Comissão do Transporte apresenta balanço de trabalhos

Programa Primeiro Emprego é apresentado para industriais

UPA Santa Paula completa sete anos de atuação

Câmara de PG aprova projeto que penaliza recusa de vacina
Deputada questiona demora de atendimentos às crianças de PG
Rodonorte repassa mais de R$ 158 mi à PRF e BPRv
Rompimento de rede afeta abastecimento no Santa Mônica
Barracões do IBC ficam localizados no Distrito Industrial, em Ponta Grossa. Foto: Arquivo/aRede
PUBLICIDADE

Cessão permitirá um investimento de quase R$ 3 milhões e serão gerados mais de 100 empregos

A Prefeitura Municipal de Ponta Grossa (PMPG) cedeu barracões do extinto Instituto Brasileiro do Café (IBC) para duas empresas do Município. Com um investimento de quase R$ 3 milhões e a geração de mais de 100 empregos diretos, a decisão foi publicada no Diário Oficial da cidade na última sexta-feira (30). Os barracões ficam localizados no Distrito Industrial do município ponta-grossense e as empresas que poderão fazer o uso do local são: DFGC Serviços de Corte em MDF LTDA; e STK Logística e Transportes LTDA. O lugar está abandonado e ambos os empreendimentos reformarão os barracões cedidos pelo Executivo para uso.

A intermediação entre as empresas e a Prefeitura foi realizada pelo vereador Paulo Roberto Balansin (PSD), o qual disse ao Portal aRede que há meses tem buscado a viabilização dos barracões. Segundo ele, a DFGC e a STK apresentaram os documentos necessários, solicitados pelo Executivo, e ambas receberam a aprovação para fazer o uso do local. A DFGC faz parte do Grupo GMAD e ainda nesta semana, de acordo com o parlamentar, as empresas deverão ir até o IBC, junto da prefeita Elizabeth Schmidt (PSD), para analisar as instalações dos barracões.

No caso da DFGC Serviços de Corte em MDF LTDA, fica autorizado o uso de área situada no armazém nº 2, com dimensão aproximada de 7.616,44m², escritório anexo com área de 298,68m², casa de bombas com área de 22,30³, casa de força com área de 23,25m², balança com área de 15m² e guarita com área de 3m². O artigo 3º do Decreto nº 19.276 traz obrigações que a empresa deverá cumprir para o uso do local:

- Garantir no empreendimento o mínimo de 60 empregos diretos;

- Investir no imóvel o valor mínimo de R$ 1,8 milhões;

- Reformar o barracão, fazer as instalações elétricas internas, reforma o piso, implantar telhado, realizar pinturas e efetuar manutenções enquanto utilizar o local;

- Assegurar o acesso ao trabalhador adolescente à escola;

- A conservação segura da área.

O prazo para uso do barracão do IBC será de dez anos, a contar da assinatura do Termo de Permissão. A empresa também tem 180 dias para iniciar as obras e até dois anos para concluir. Caso isso não aconteça, o local volta para a PMPG.

Atividades logísticas

A STK Logística e Transportes LTDA realizará a instalação de um armazém para atividades logísticas. A empresa utilizará uma área de 10.340m² e também deve seguir algumas obrigações: garantir no empreendimento o mínimo de 53 empregos diretos; investir no imóvel o valor mínimo de R$ 2 milhões; reformar o barracão, fazer as instalações elétricas internas, reforma o piso, implantar telhado, realizar pinturas e efetuar manutenções enquanto utilizar o local; assegurar o acesso ao trabalhador adolescente à escola; e a conservação segura da área.

Assim como a DFGC Serviços de Corte em MDF LTDA, o prazo de uso do barracão é de dez anos, após a assinatura do Termo de Permissão. A STK tem 180 dias para iniciar as obras e dois anos para finalizar. A não conclusão, faz com que o local retorne para a Prefeitura de Ponta Grossa.

Todas as informações na íntegra podem ser acessadas por meio do Diário Oficial da cidade clicando aqui.

PUBLICIDADE

Recomendados