PUBLICIDADE

Comitê pela Mobilidade de PG ganha adesão de sindicatos

Grupo busca debater sobre a mobilidade urbana de Ponta Grossa, tendo em vista um novo modelo de transporte público.

Comitê discute um novo modelo de transporte público para a cidade de Ponta Grossa.
Comitê discute um novo modelo de transporte público para a cidade de Ponta Grossa. -

Rodolpho Bowens

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

Grupo busca debater sobre a mobilidade urbana de Ponta Grossa, tendo em vista um novo modelo de transporte público

O Comitê pelo Direito à Mobilidade de Ponta Grossa foi lançado oficialmente na última quinta-feira (2), em evento realizado no Sindicato dos Servidores Públicos Municipais (SindServ) e recebeu a adesão de mais sete instituições, entre elas cinco sindicatos de trabalhadores. 

Além dos partidos políticos PT, PCdoB e PSOL, instituições organizadoras juntamente com o Mandato Coletivo do PSOL na Câmara, aderiram ao Comitê o Sindicato dos Técnicos e Docentes da UEPG (SINTESPO), Seção Sindical dos Docentes da UEPG (SINDUEPG), Sindicato dos Trabalhadores da Indústria de Carnes Derivados de Ponta Grossa (STIMLACA), Sindicato dos Comerciários de Ponta Grossa e Região (SECPG) e o anfitrião do lançamento, SINDSERV.

Além dos sindicatos, o Comitê também vai contar com a participação Centro Brasileiro de Solidariedade aos Povos (CEBRASPO) e com o apoio do mandato do deputado estadual Tadeu Veneri (PT), que esteve presente no lançamento.

A ideia da formação do Comitê pelo Direito à Mobilidade surgiu após o seminário “Transporte Público em PG – Um outro modelo é possível”, uma série de três encontros virtuais com a participação dos maiores especialistas do país no assunto, realizado no mês de julho de 2021. 

A intenção dos organizadores é fazer um amplo debate sobre a mobilidade urbana em Ponta Grossa, reunindo as contribuições dos especialistas e das instituições que agora fazem parte do comitê a fim de colaborar com o governo municipal na elaboração de um novo modelo de mobilidade, tendo em vista que o contrato de concessão do Transporte Público se encerra em 2023 e no ano que vem deve haver novo processo licitatório.

Com informações: Assessoria de Imprensa.

Assunto semelhante:

Ponta Grossa terá 'Comitê' pelo direito à mobilidade.

PUBLICIDADE

Conteúdo de marca

Quero divulgar right

PUBLICIDADE