PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

Profissionais do HU-UEPG recebem cartas de instituição religiosa

Ponta Grossa

13 de setembro de 2021 15:28

Da Redação


Relacionadas

Borracharia pega fogo na região de Uvaranas em Ponta Grossa

Carro capota após acidente na Colônia Dona Luiza em PG

Homem é esfaqueado após briga em PG

Carga balança e caminhão tomba no Contorno Leste
Covid: PG tem mais três óbitos e atinge 52 mil infectados
Regional de PG receberá mais 32,9 mil doses de vacinas
Ciclista fica ferido após acidente da Visconde de Mauá
PUBLICIDADE

No total, os profissionais receberam 1670 cartas, com mensagens de apoio e incentivo

Na manhã desta segunda-feira (13), a Hospital da Universidade Estadual de Ponta Grossa (HU-UEPG) recebeu presentes do grupo religioso Testemunhas de Jeová. No total, os profissionais receberam 1670 cartas, com mensagens de apoio e incentivo, além de chocolates. Os presentes foram distribuídos entre servidores do HU e Hospital Materno-Infantil (Humai).

“Isso motiva muito a equipe”, destaca o diretor geral do Hospital, Sinvaldo Baglie. “Demonstrações dessa natureza trazem um motivacional muito alto, que isso demonstre o amor e o carinho aos nosso servidores, nesse momento em que estamos envolvidos em atender pacientes e combater a pandemia da Covid-19”, ressalta.

Os presentes foram entregues pela Comissão de Ligação com Hospital (Colih), a qual apresenta alternativas de tratamentos aos adeptos da religião Testemunha Jeová, já que sua interpretação religiosa não permite a transfusão de sangue. “Foram cartas escritas com muito carinho pelas Testemunhas de Jeová, que residem em Ponta Grossa e Castro”, conta Sérgio Vieira da Rosa, representante da Colih. De acordo com ele, estabelecer o diálogo entre profissionais da saúde é fundamental para buscar o melhor tratamento de pacientes Testemunhas de Jeová. “Na medida que conseguimos estreitar esse relacionamento, fazemos um trabalho preventivo, para que os profissionais da saúde possam buscar mais técnicas de tratamento aos nossos irmãos de fé”, completa.

Marlon Krol, chefe da UTI Covid 5, explica que as doações para as equipes fortalecem a motivação de trabalhar com amor e dedicação. “Fomos um dos setores que mais sofreram o estresse da pandemia, então esse reconhecimento tem impacto singular na saúde emocional de nossos funcionários”, explica o enfermeiro. “Estabelecer diálogo com instituições religiosas nos trazem entendimento para mantermos o respeito e a empatia diante das particularidades de cada religião”, completa.

“É extremamente importante receber reconhecimento da comunidade”, frisa a chefe do Departamento de Serviço Social, Ines Chuy Lopes. “Sempre que alguma instituição, religiosa ou não, lembra de nos mandar mensagens de incentivo, é algo que nos motiva dar nosso melhor pela população de Ponta Grossa e região”.

Com informações da Assessoria.

PUBLICIDADE

Recomendados