PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

Ratinho exalta crescimento econômico de PG

Ponta Grossa

15 de setembro de 2021 07:22

Rodrigo de Souza


Relacionadas

Motorista se desespera e carro capota em rua sem saída em PG

Incêndio criminoso destrói três casas em Uvaranas

PG tem 97% do público vacinado com a 1ª dose

UEPG desmente vazamento de tema do vestibular
Adolescente morto em bar de PG é identificado
Homem entra em bar, mata um e fere dois no Sabará
Vestibular de Primavera da UEPG acontece hoje
Governador destaca o papel da cidade para o desenvolvimento do Paraná Foto: Divulgação
PUBLICIDADE

Governador do Paraná destaca o papel da cidade ponta-grossense para o desenvolvimento do Estado

Em entrevista exclusiva para o Grupo aRede, o governador do Paraná, Carlos Massa Ratinho Junior (PSD), destaca o papel da cidade de Ponta Grossa para o desenvolvimento do Estado. Completando 198 anos nesta quarta-feira (15), o Município ponta-grossense é visto como essencial pelo Governo Estadual. “Costumo dizer que quando Ponta Grossa vai bem, o Paraná vai bem”, explica Ratinho Jr.

Além disso, o governador reforça a parceria do seu governo com o atual Poder Executivo da cidade, liderado pela prefeita Elizabeth Silveira Schmidt (PSD), revela qual a característica de Ponta Grossa que mais lhe chama atenção, prevê que a cidade será referência para a América Latina e lembra de velhos, novos e futuros investimentos no Município, como a possível instalação da nova Escola de Sargentos das Armas (ESA).

Confira abaixo a entrevista e saiba o que o governador do Paraná tem a dizer sobre Ponta Grossa e seu aniversário de quase dois séculos:

Grupo aRede: Como o governador do Paraná vê os 198 anos de Ponta Grossa?

Carlos Massa Ratinho Junior: Com a convicção de que Ponta Grossa tem muito o que comemorar. É uma história muito bonita de quase dois séculos, e a cidade está olhando para o futuro, preocupada em melhorar as condições de vida dos seus mais de 350 mil habitantes. Enquanto Governo, estamos em busca de alternativas para o desenvolvimento sustentável, novos investimentos, parcerias mais duradouras. Costumo dizer que quando Ponta Grossa vai bem, o Paraná vai bem. A nossa Princesa dos Campos é uma das molas propulsoras do Estado.


Grupo aRede: Para o governador, qual a importância de Ponta Grossa para o estado do Paraná? Seja importância econômica, cultural, entre outros.

Carlos Massa Ratinho Junior: Ponta Grossa tem muito a ensinar. Por uma questão logística, pela proximidade com a capital do Estado, o Porto de Paranaguá e São Paulo, rodeada por rodovias duplicadas e em ótimas condições, a cidade se tornou uma grande vitrine do Estado. Não à toa, dezenas de empresas nos procuram querendo saber mais informações sobre a cidade, procurando mecanismos para se instalar por ali.

Mas Ponta Grossa vai além dessa qualidade de vida tão propagada e da oferta de empregos. Tem suas raízes no tropeirismo, na pluralidade étnica e nos caminhos da estrada de ferro, o que contribuiu sobremaneira para o desenvolvimento do interior do Paraná, servindo de referência para outras cidades e regiões. A cidade é uma potência.

 

Grupo aRede: Como o governador vê essa parceria do seu governo, com o Executivo de Ponta Grossa? Há novidades em breve?

Carlos Massa Ratinho Junior: É uma parceria em várias áreas e muito intensa. Como disse, o Paraná depende de Ponta Grossa para ir bem. E, no que depender do Governo do Estado, todas as condições estão sendo dadas. A cidade vem recebendo investimentos constantes, sejam privados, com a instalação de indústrias com apoio e incentivo fiscal do Estado, ou públicos. Podemos falar dos modais na Avenida Souza Naves, casas populares, uma nova cadeia pública, o Parque Lago de Olarias ou das obras na Avenida General Carlos Cavalcanti. Além da Maltaria Campos Gerais, da Tatra, das empresas já instaladas na região e que reforçaram os investimentos nos últimos anos, como Heineken e Ambev.

E, sim, teremos novidades em breve. O Paraná não para e Ponta Grossa também não. Quem sabe logo não estaremos todos comemorando a instalação da Escola de Sargentos do Exército na cidade? Estamos todos muito entusiasmados com o projeto e com grande expectativa.

 

Grupo aRede: Qual a característica de Ponta Grossa que o governador mais destaca? E por quê?

Carlos Massa Ratinho Junior: É uma cidade hospitaleira e organizada, que recebe muito bem quem vem de fora. E tem mão de obra muito qualificada, terra de gente que trabalha e que estuda muito. Por isso insisto com as empresas que buscam Ponta Grossa como lar: é local para crescer, se desenvolver, e fazer a economia girar. O empresário busca investir em lugares com infraestrutura, e isso Ponta Grossa tem de sobra. É uma terra abençoada com um povo extremamente acolhedor e carismático.

 

Grupo aRede: Para o governador, o que Ponta Grossa pode fazer para ampliar seu desenvolvimento?

Carlos Massa Ratinho Junior: Planejar sempre. Pensar, estudar e encontrar as melhores saídas para o desenvolvimento, olhando para as suas vocações e para a inovação. É preciso crescer amparado em alicerces consistentes ligados ao desenvolvimento humano e sustentável. É o que buscamos diariamente no Paraná.


Grupo aRede: Como o governador vê o futuro da cidade de Ponta Grossa?

Carlos Massa Ratinho Junior: Com muito entusiasmo. Já é uma das cidades mais importantes do Paraná, com um polo industrial riquíssimo que, com novos investimentos, será referência não só para o Brasil como para a América Latina. É uma cidade que pode ganhar a Escola de Sargento das Armas e que pode ver seu perfil se remodelar, com mais investimentos, mais oportunidades e crescimento organizado.

Mas deve crescer sem esquecer suas raízes e se preocupando com o bem-estar de quem mais importa: o morador de Ponta Grossa. Aquele que frequenta o posto de saúde, pega ônibus, usa os parques. É na qualidade de vida desse ponta-grossense que nós devemos pensar.

 

Grupo aRede: Recentemente o senhor esteve em Ponta Grossa entregando casas populares. Quais são os projetos neste setor, para o Município?

Carlos Massa Ratinho Junior: Além disso, Ponta Grossa também recebeu outros investimentos em habitação por parte do Governo do Estado. Parte do programa Viver Mais, destinado a idosos, o Residencial Parque dos Sabiás tem investimento de R$ 3,2 milhões e entregará 40 moradias. Outro empreendimento é o Residencial Pimentel, que destina R$ 1,6 milhão a 19 moradias, financiadas com condições facilitadas pela Cohapar. A cidade ainda vai receber mais 408 moradias em um novo bairro planejado por meio do programa Casa Verde e Amarela. O Residencial Bem Viver Uvaranas, que conta com a participação do Governo do Estado, foi idealizado pela construtora Pacaembu e receberá R$ 60 milhões de investimentos do FGTS, financiados pela Caixa Econômica.

 

Grupo aRede: Ponta Grossa também recebeu investimentos na Avenida Souza. Qual é a importância dessa obra?

Carlos Massa Ratinho Junior: Essa é uma obra esperada há décadas, que vem não apenas melhorar a questão urbana do trânsito como também salvar vidas”, disse o governador. Esse trecho foi escolhido porque, aqui, muitas famílias já perderam seus entes queridos devido ao número de acidentes, e sabíamos que esse viaduto era essencial para o desenvolvimento da cidade e para a segurança de todos. Nós temos hoje cerca de R$ 7 bilhões em obras no Estado, em especial na infraestrutura - duplicações de rodovias, terceiras faixas, viadutos, trincheiras, pontes. Estamos muito felizes que nós estamos conseguindo fazer com que o estado tenha velocidade para entregar grandes projetos.

PUBLICIDADE

Recomendados