PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

Capelinhas realizam 1º encontro na pandemia

Ponta Grossa

24 de setembro de 2021 16:45

Da Redação


Relacionadas

PG atende mais de mil pessoas em 'Dia D' de multivacinação

Homem morto a tiros na vila Quero-Quero é identificado

Homem é morto a tiros dentro de casa em vila de PG

Mulher rende ladrão após roubo em PG; veja o vídeo
Idosa é atropelada por motociclista na Vila Estrela
Caminhão pega fogo e bloqueia rodovia em PG
PG discute exigência do passaporte da vacina
A reunião online foi a primeira desde o agravamento da pandemia Foto: Divulgação
PUBLICIDADE

Mensageiras têm encontro online; Foi a primeira reunião desde que as capelinhas deixaram de circular

O Movimento das Capelinhas, que na Diocese de Ponta Grossa reúne cerca de mil mensageiras, está inativo desde o início da pandemia. Nesta quinta-feira (23), pela primeira vez, cerca de 30 zeladoras se reuniram com o coordenador da Pastoral Vocacional, padre Kleber Pacheco, para contar um pouco de como está se desenvolvendo o trabalho com as capelinhas e discutir a programação para o próximo ano. Todos os Setores da Diocese estavam representados no encontro, que se deu no formato online.

“Tivemos uma excelente participação. Fizemos a oração inicial, seguida da dezena pelas vocações, com a leitura e uma breve reflexão do Evangelho do dia. Abri a palavra para que contassem como estão, como vem agindo desde que parou a circulação das capelinhas...Muitas falaram de como estão se sentindo, o que estão fazendo, e citaram que, apesar de não ser possível levar as capelinhas nas casas, têm se encontrado para rezar o Terço e fazer Adoração, uma vez por mês”, comentou padre Kleber, lembrando que a circulação das capelinhas foi suspenso no início de 2020.

“Falei também sobre os cuidados para evitar a contaminação pelo Covid e reforcei que ainda não é possível levar as capelinhas nas famílias, que a circulação deve voltar mesmo no ano que vem. Foi uma reunião para ouvir e rezar com elas e intensificar as orientações quanto ao contágio. Foi um momento bem bacana”, acrescentou o coordenador. Padre Kleber citou que o contato com as mensageiras tem se dado semanalmente, mas por vídeo, quando elas recebem o convite para rezar a dezena do Terço.

A pandemia impediu, inclusive, a realização de um congresso que estava marcado para este ano.

PUBLICIDADE

Recomendados