PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

Família de motoboy morto em PG precisa de ajuda

Ponta Grossa

10 de outubro de 2021 17:33

Igor Rosa


Relacionadas

PG terá voos diários a partir de março de 2022 para Campinas

Escola de PG tem assédio e onda de protestos

Justiça de PG revoga medidas protetivas contra Milos

Série de assassinatos tem relação com o tráfico de drogas
Sanepar afirma intensificar análise da água de PG
Inscrições de edital da cultura encerram nesta sexta-feira
Vereadores cobram Sanepar por situação da água de PG
PUBLICIDADE

Leandro era responsável pela renda principal da família. Além da dor da perda, a família está passando por dificuldades financeiras. 

A família de Leandro Loureiro, motociclista morto em um acidente na região central de Ponta Grossa, precisa de ajuda para pagar as contas e sobreviver após a tragédia. O homem era responsável pela renda principal da casa. Uma 'vakinha' foi criada por amigos a fim de arrecadar dinheiro para que a esposa de Leandro, Solange de Olivera Loureiro, possa pagar as dívidas e colocar a vida 'nos trilhos'.

A colisão aconteceu no dia 29 de agosto, no cruzamento das ruas Coronel Francisco Ribas e Barão do Cerro Azul. Solange deu entrada na pensão, porém até o momento o benefício não foi liberado. "Nós estamos sobrevivendo com a ajuda das pessoas. Eu trabalhava como diarista, era ele que sustentava a casa. Eu só consegui quitar o dentista dele e uns calçados que ele havia comprado", relatou. 

Solange contou também que após o acidente ela tentou voltar a trabalhar. "Assim que tirei a moto dele do estacionamento, tentei voltar a trabalhar, mas estou sobrecarregada, realmente eu não consegui", disse. "Além disso, tem meu filho, que tem 8 anos e está precisando de mim", complementou. 

A esposa já entrou com o pedido da pensão e do seguro DPVAT, porém o dinheiro ainda não saiu. "Tenho que pagar as parcelas da moto, a casa, dívidas com o banco. Realmente não está sendo fácil", finalizou. 

Aliar a perda do marido com a preocupação para sobreviver e manter a casa é uma tarefa difícil para Solange. Se você quiser colaborar com a família, clique aqui. 

PUBLICIDADE

Recomendados