PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

Câmara de PG aprova R$ 100 mi para infraestrutura

Ponta Grossa

13 de outubro de 2021 19:23

Rodolpho Bowens


Relacionadas

PG terá voos diários a partir de março de 2022 para Campinas

Escola de PG tem assédio e onda de protestos

Justiça de PG revoga medidas protetivas contra Milos

Série de assassinatos tem relação com o tráfico de drogas
Sanepar afirma intensificar análise da água de PG
Inscrições de edital da cultura encerram nesta sexta-feira
Vereadores cobram Sanepar por situação da água de PG
Votação do projeto de lei aconteceu na tarde desta quarta-feira (13). Foto: Luiz Lacerda/CMPG.
PUBLICIDADE

Desse montante, R$ 95 milhões serão para asfaltar as ruas de Ponta Grossa, enquanto R$ 5 milhões para a limpeza dos córregos

Por 17 votos favoráveis e um contrário, a Câmara Municipal de Ponta Grossa (CMPG) aprovou em primeira discussão, na tarde desta quarta-feira (13), o Projeto de Lei (PL) nº250/2021, de autoria da Prefeitura Municipal de Ponta Grossa (PMPG), que autoriza o Município a contratar operação de crédito com a Caixa Econômica Federal, por meio do programa de ‘Financiamento à Infraestrutura e ao Saneamento (Finisa)’, na quantia de R$ 100 milhões. O valor será utilizado para a pavimentação da cidade ponta-grossense, além da limpeza e canalização de córregos.

Desse montante, R$ 95 milhões serão para asfaltar as ruas de Ponta Grossa, enquanto R$ 5 milhões para a limpeza dos córregos. O valor da operação de crédito tem uma carência de 12 meses, prazo de pagamento em 96 meses e com taxa de juros máximo de 109% do CDI. O Finisa é mantido pelo Governo Federal e o Município poderá realizar a operação por conta da última análise da Capacidade de Pagamento (CAPAG) da cidade, que obteve nota A.

Durante a votação do PL, os parlamentares expuseram as suas opiniões sobre a aprovação, ou não, da proposta. Segundo a vereadora Joceméuri Corá Canto (PSC), “quem receberá essa asfalto? Precisamos abrir um debate. Quais os critérios? As autoridades precisam discutir quem ganhará essa pavimentação. Esses R$ 100 milhões são muito importantes para a cidade”, disse – ela votou a favor do projeto de lei.

Por outro lado, a representante Josiane Schade Kieras (PSOL) votou contra o PL. De acordo com ela, “é uma promessa do Governo Estadual (a pavimentação) e não podemos nos endividar. É muito fácil prometer e endividar a Prefeitura. Somos a favor do asfalto, mas não endividando. Promessa precisar ser cumprida”, explicou ao lembrar da campanha da prefeita Elizabeth Silveira Schmidt (PSD), a qual afirmou que asfaltaria 100% de Ponta Grossa com a ajuda do Governo do Estado.

Outros parlamentares também opinaram sobre o assunto. O líder do Governo Municipal na CMPG, Filipe Chociai (PV), afirmou: “Não é endividamento, mas, sim, investimento”. Para Izaías Salustiano (PSB), “temos que prestar atenção nas contratações, para que os recursos sejam usados de maneira correta”. Segundo Geraldo Stocco Filho (PSB), “aguardo, no mínimo, um planejamento da Prefeitura”, ao questionar quais lugares serão asfaltados. Todos eles votaram pela aprovação do projeto de lei.

Critério será índice demográfico

O Grupo aRede entrou em contato com o Poder Executivo para saber quais serão os critérios que definirão quais locais receberão a pavimentação asfáltica. Segundo a sua assessoria de imprensa, “os investimentos serão realizados em todos os bairros da cidade. O critério adotado para escolha será pelo maior índice demográfico, além da necessidade de obras de ligações interbairros”, explica. Além disso, a Prefeitura informou “que os estudos topográficos e planialtimétricos já foram iniciados e os detalhes sobre as vias contempladas serão divulgados posteriormente”.

De acordo com a prefeita Elizabeth, o objetivo é colocar a cidade ponta-grossense em destaque no Estado do Paraná. “Queremos que nossa cidade alcance um novo patamar de infraestrutura no Estado, com investimentos suficientes para ampliar o nosso índice de pavimentação. Com a contratação deste novo crédito, em condições especiais através do Finisa, esperamos transformar nossa cidade, contemplando bairros mais antigos e outras áreas que ainda carecem de pavimentação”, destacou a líder do Poder Executivo Municipal quando apresentou o PL 250/2021.

PUBLICIDADE

Recomendados