PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

Moradores reclamam de água com larvas em PG

Ponta Grossa

15 de outubro de 2021 10:27

Igor Rosa


Relacionadas

Membros da GM se livram da morte durante temporal

Funcionários da VCG aceitam acordo e não haverá greve

PG abre inscrições de cursos para capacitação profissional

KMM adquire GridNet e projeta crescer 35% em 2022
Agência do Trabalhador Móvel teve 2 mil participantes
Rajada de vento derruba árvore sobre casa em PG
CPI sugere a exclusão da VCG no próximo contrato
Foto: reprodução
PUBLICIDADE

Segundo os relatos, larvas estariam saindo da torneira em diversas regiões da cidade.

Moradores de diversas regiões estão preocupados com a qualidade da água que está chegando nas residências em Ponta Grossa. De acordo com os relatos, larvas estariam saindo da torneira,  junto com a água tratada pela Sanepar. As denúncias foram feitas pelas redes sociais do Portal aRede no final da noite de quinta-feira (14). 

Em uma das publicações, a moradora do Lagoa Dourada alerta os internautas sobre a situação. "Pessoal essa é a água que está chegando para todos os moradores. Verifiquem a peneira da máquina de lavar de vocês, porque a olho nu não consegue ver", escreveu. "Só por um pano preto na torneira e deixar escorrer um pouco que aparece um monte", comentou um rapaz. 

O que diz a Sanepar

O jornalismo do Portal aRede entrou em contato com a Sanepar, que está ciente das reclamações. Uma nota foi divulgada.

A Sanepar informa que, assim que recebeu a primeira reclamação, iniciou o monitoramento na rede de distribuição com coletas de amostras para análises. Foram feitas descargas de água em pontos estratégicos da rede e estão sendo verificados todos os casos, individualmente, nos imóveis das pessoas. 

Na estação de tratamento, os resultados das análises que são feitas de hora em hora permanecem de acordo com os parâmetros de potabilidade do Ministério da Saúde.

Os clientes podem entrar em contato com a Sanepar pelo 0800 200 0115, pelo site www.sanepar.com.br ou pelo aplicativo Sanepar Mobile, para que a verificação seja feita pontualmente.

PUBLICIDADE

Recomendados