PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

Ratinho exalta união do Estado e PG em busca da ESA

Ponta Grossa

22 de outubro de 2021 16:59

Rodolpho Bowens


Relacionadas

Campanha busca ajudar policial militar com câncer em PG

Aves apreendidas em PG são diagnosticadas com doença

PSL deve lançar Rudolf para federal e Dr. Zeca para estadual

PG terá 3ª Feira de Suculentas, Cactos e Orquídeas
Rafael Kondlatsch explica o que é Gatekeeping no CulturAção
Dupla entra em esgoto e dispensa sacola com drogas
Homem joga mochila com drogas no pátio de igreja em PG
Governador do Paraná, comandante geral do Exército e prefeita de Ponta Grossa. Foto: Jose Fernando Ogura/AEN.
PUBLICIDADE

Representante também afirmou que o “Paraná tinha condições de sediar” a nova escola do Exército Brasileiro

O governador do Estado do Paraná, Carlos Massa Ratinho Junior (PSD), destacou a união entre o Governo Estadual e Ponta Grossa nas tratativas da nova Escola de Sargentos das Armas (ESA) do Exército Brasileiro. Na última quinta-feira (21), o presidente da República, Jair Messias Bolsonaro (sem partido), anunciou que a cidade vencedora foi Recife (PE) – Santa Maria (RS) também disputava o investimento de R$ 1,2 bilhão.

De acordo com o governador paranaense, “ao longo de todo o processo, mostramos que o Paraná tinha condições de sediar a ESA. A campanha de Ponta Grossa uniu o Governo do Estado, prefeitura, deputados, lideranças estaduais, iniciativa privada, entidades do terceiro setor, diversas associações e a própria população da cidade. Estamos orgulhosos dessa união e dos laços que construímos com o Exército Brasileiro”, disse ao Grupo aRede.

Por fim, Ratinho Junior ressaltou que “respeitamos a decisão e continuaremos trabalhando em prol da cidade”. A escolha por Recife aconteceu após a 339ª Reunião do Alto-Comando do Exército Brasileiro, a qual reuniu os 15 generais mais graduados das forças armadas, além de um de escolha do Ministério da Defesa.

PUBLICIDADE

Recomendados