PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

Aliel pede inclusão da UEPG no Plano de Manejo da Escarpa

Ponta Grossa

26 de outubro de 2021 18:09

Rodolpho Bowens


Relacionadas

Jorge Sebastião é eleito presidente da OAB Ponta Grossa

Maior Black Friday do mundo real acontece no Palladium PG

PG divulga calendário letivo escolar para o ano de 2022

Sala do Empreendedor garante 7º Prêmio Gestor Público
Sebrae/PR vai capacitar investidores de startups em PG
Grupo aRede faz live com Ratinho sobre o fim do pedágio
Havan realiza Black Friday e lojas abrem das 7h à meia-noite
Lideranças se reuniram nesta terça-feira (26) para organizar tratativas. Foto: Divulgação.
PUBLICIDADE

Encontro contou com a presença do reitor da universidade, Miguel Sanches Neto, e do secretário de Desenvolvimento Sustentável e do Turismo do Paraná, Márcio Nunes

O deputado federal Aliel Machado Bark (PSB) e o deputado estadual Luiz Claudio Romanelli (PSB), acompanhados do ex-deputado Péricles de Mello e do professor do departamento de solos do curso de Agronomia, Carlos Hugo, participaram nesta terça-feira (26) de uma reunião com o secretário do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo do Estado do Paraná, Márcio Nunes. A agenda teve a participação ainda, de maneira virtual, do reitor da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), Miguel Sanches Neto.  

O objetivo do encontro, intermediado pelo parlamentar ponta-grossense, foi para reivindicar ao secretário a possibilidade de participação da UEPG na elaboração do Plano de Manejo da Área de Proteção da Escarpa Devoniana e do Parque Estadual do Monge. Há atualmente um processo de licitação aberto pelo Governo do Estado para a contratação de uma empresa para realizar o trabalho. Mas, de acordo com as lideranças presentes na reunião, a universidade detém o conhecimento necessário para a realização do Plano, que poderá ser feito através de convênio.

O plano de manejo é um instrumento importante para definir de que forma podem ser utilizadas sustentavelmente as regiões que são protegidas e que são patrimônios naturais. A proposta contempla o compromisso da instituição com o desenvolvimento regional sustentável e possui nos seus quadros técnicos pesquisadores com a formação qualificada.

Segundo o reitor, a UEPG tem todas as condições,  tanto técnicas quanto jurídicas, para executar os serviços de consultoria para a revisão do plano de manejo do Parque Estadual do Monge e da APA  da Escarpa Devoniana. "Colocamos nossa expertise à disposição do Instituto Água e Terra (IAT), que já é um parceiro nosso em outras ações,  para fazer com agilidade, qualidade e segurança jurídica este Plano de Manejo, que é fundamental para todos que estão nestas áreas”, afirma Sanches Neto.

Para o deputado Aliel, a UEPG é a mais habilitada a fazer o plano, pois possui os maiores especialistas em Escarpa Devoniana da região. "A UEPG representa toda a comunidade dos Campos Gerais. Assim ela acaba desempenhando também o seu papel de contribuir com o desenvolvimento regional sustentável, pois está presente em grande parte dos municípios dos Campos Gerais”, defende o deputado. 

De acordo com o reitor, a mobilização das lideranças é fundamental. "A UEPG agradece a intervenção do deputado Aliel Machado e o apoio do superintendente de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Aldo Bonna, que também avalizou essa proposição da UEPG de fazer esse plano de manejo pra essas duas áreas”, lembra Sanches Neto. 

Sobre a Escarpa Devoniana

De acordo com o estudo “APA da Escarpa Devoniana e Desenvolvimento Sustentável nos Campos Gerais - Diretrizes Básicas”,  publicado pela UEPG, a criação da APA da Escarpa Devoniana em 1992 (Decreto Estadual 1.231/1992) foi motivada pela necessidade de proteger os remanescentes mais expressivos de vegetação dos Campos Gerais. A APA conta com superfície de 392 mil hectares, compreendendo áreas de 12 municípios (Lapa; Balsa Nova; Porto Amazonas; Palmeira; Campo Largo; Ponta Grossa; Carambeí; Castro; Tibagi; Piraí do Sul; Arapoti; Jaguariaíva; Sengés), sendo cerca de 67% desse total constituído por paisagens nativas.

Com informações: Assessoria de Imprensa.

PUBLICIDADE

Recomendados