PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

Grupo é acusado de 24 homicídios em Ponta Grossa

Ponta Grossa

28 de outubro de 2021 20:38

Da Redação


Relacionadas

Filipe Barros avalia trabalhos e destaca papel de PG no Paraná

Ponta-grossense é ganhador do carro 0 km do Palladium

Procon orienta sobre aumentos de preços de testes de Covid

Prefeitura auxiliará famílias que tiveram casas incendiadas
PG abre cadastro de Passe Livre e Meia-Passagem estudantis
PG registra 930 novos casos da covid nesta quinta
Capotamento deixa três feridos e um morto na BR-376
PUBLICIDADE

Delegados apresentam novas informações sobre crimes em séries ocorridos em Ponta Grossa

As investigações conduzidas pela 13ª SDP mostram que a grande maioria dos homicídios de 2021 teria como motivação o tráfico de drogas. Os delegados Nagib Palma, Fernando Jasinski e Maurício Souza da Luz, destacam que após a desarticulação, no final do ano passado, de um grupo envolvido com vários homicídios, inclusive, tendo, um dos envolvidos,  sido já condenado recentemente a mais de 60 anos de prisão (pela prática do triplo homicídio no bairro Cara-Cará no final de 2020), constatou-se, a partir da metade de dezembro do ano passado, uma série execuções similares, extremamente violentas, usualmente, com dezenas de disparos e sem qualquer possibilidade de defesa vítima.

‘Identificou-se, com o aprofundamento das investigações, que os autores integrariam uma organização criminosa, praticando os homicídios em detrimento do tráfico de drogas’, assinalam os delegados.

Os homicídios seriam praticados em decorrência de dívidas, disputa por território ou mesmo em razão de alguns traficantes se negarem a comprar droga da respectiva organização. Parte dos homicídios foi praticada em razão de as vítimas pertencerem a organização criminosa rival. Por outro lado, um número reduzido dos homicídios também foi praticado dada à alta periculosidade dos agentes ou por mero desentendimento.

Citam as autoridades que os ‘policiais civis de Ponta Grossa têm trabalhado arduamente desde o início desta série de homicídios, sendo representado e cumprido uma série de medidas judiciais, mormente, mandados de busca e apreensão (mais de uma dezena), inclusive, muitos dos quais com o apoio dos demais órgãos responsáveis pela segurança pública’.

Apurou-se, inclusive, que alguns dos integrantes desta organização criminosa também foram mortos, em revide aos homicídios que o grupo teria praticado, a exemplo de Ismael Onhir Nascimento Junior. ‘Ismael, inclusive, foi o autor do homicídio que vitimou Paulo Ricardo De Freitas, crime com grande repercussão, uma vez que a execução ocorreu a plena luz do dia, no Núcleo 31 de março, em frente a um estabelecimento comercial, na presença, inclusive, de crianças’, revelam.

Um dos adolescentes que integrava a organização também foi morto recentemente. Este estaria envolvido com inúmeros atos infracionais análogos a homicídios, inclusive, após a prática de um homicídio na cidade de Carambeí, algumas semanas antes de sua morte, teria, enquanto empreendia fuga, com mais um indivíduo, entrado em confronto com policiais militares daquele Município, tendo caído da motocicleta. Contudo, conseguiu empreender fuga, abandonando a motocicleta e três pistolas 9mm.

Uma das vítimas, inclusive, que integrava a organização (Renan Wesley Santos) teria sido assassinado pelos próprios comparsas por, supostamente, ter recebido mensagens da namorada de um deles. Ao todo, constatou-se que foram praticados 24 homicídios, dos quais 21 no ano de 2021, número que representa 38% dos homicídios ocorridos nesta Cidade este ano.

A Polícia Civil continua trabalhando com afinco e reforça os seus números de denúncia 197 e (42) 998079691.

PUBLICIDADE

Recomendados