PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

Legislativo de PG aprova a extinção da AMTT

Ponta Grossa

22 de novembro de 2021 16:24

Rodolpho Bowens


Relacionadas

Ciclista fica ferido após colisão frontal na Visconde de Taunay

Audiência pública debaterá a terceirização da saúde

Estudantes de PG mapeiam hidrantes com os bombeiros

UEPG lança edital de transferência externa para 2022
Polícia Civil realiza mais de 17,7 mil procedimentos
Unidades penais de PG serão vigiadas por drones
Por que parece que ficamos mais doentes à noite?
Votação em primeira discussão aconteceu nesta segunda-feira (22). Foto: Luiz Lacerda/CMPG.
PUBLICIDADE

A criação da Agência de Inovação e Desenvolvimento e da Secretaria de Cultura também foram aprovadas na Câmara Municipal

A Autarquia Municipal de Trânsito e Transporte (AMTT) de Ponta Grossa será extinta. O Projeto de Lei (PL) nº 195/2021, de autoria do Poder Executivo, foi aprovado na tarde desta segunda-feira (22) pelos vereadores da Câmara Municipal de Ponta Grossa (CMPG) - foram 13 votos favoráveis e cinco contrários. A proposta gerou amplo debate entre os parlamentares e também mobilizou servidores da ‘Autarquia’. A segunda discussão do projeto de lei será na próxima ‘Sessão Ordinária’, que acontecerá na quarta-feira (24).

Com o fim da AMTT, os serviços de fiscalização do trânsito e do EstaR (Estacionamento Regulamentado) ficarão para a Secretaria Municipal de Cidadania e Segurança Pública (SMCSP), e os serviços de fiscalização do transporte coletivo e individual de passageiros para a Secretaria Municipal de Infraestrutura e Planejamento (SMIP). Os vereadores que votaram contra essas alterações foram Celso Cieslak (PRTB), Felipe Passos (PSDB), Izaías Salustiano (PSB), Joce Canto (PSC) e Josi do Coletivo (PSOL).

Para que o PL nº 195/2021 fosse aprovado na Casa de Leis, os parlamentares votaram, por primeiro, pela rejeição do parecer da Comissão de Direitos Humanos, Cidadania e Segurança (CDHCS) - o ‘Grupo’ foi contrário à aprovação da proposta; a vereadora Josi do Coletivo votou em separado, na ‘Comissão’, pela aprovação do projeto de lei. Além da proposta, foram aprovadas as emendas modificativas 1 e 2, ambas do Poder Executivo, para adaptar o texto que extingue a AMTT.

Segundo o parlamentar Celso Cieslak, que votou contra o fim da ‘Autarquia’ - ele já foi presidente, será “o maior erro da administração da prefeita Elizabeth Schmidt”, enfatizou. Ele justificou que a AMTT foi a única ‘Autarquia’ da cidade que “deu certo”. “Os vereadores, a maioria nem sabem qual o tamanho da autarquia para Ponta Grossa. Referência nacional”, completou.

Quem também criticou o projeto da Prefeitura Municipal de Ponta Grossa (PMPG) foi o vereador Izaías Salustiano. Por outro lado, Filipe Chociai (PV), líder do Governo Municipal na CMPG, pediu ajuda dos parlamentares para a aprovação do projeto de lei, enquanto Julio Kuller (MDB) justificou o porquê ele votaria a favor da proposta.

Reforma administrativa

Também nesta segunda-feira, os vereadores aprovaram os projetos de lei 192/2021 e 193/2021. Com isso, serão criadas a Agência de Inovação e Desenvolvimento de Ponta Grossa (AID) e a Secretaria de Cultura. Ambas as propostas também fazem parte da ‘Reforma Administrativa’ do Poder Executivo. Agora, ambas as propostas vão para a segunda discussão da Casa de Leis, e se novamente aprovadas, seguem para a sanção da prefeita de Ponta Grossa Elizabeth Silveira Schmidt.

PUBLICIDADE

Recomendados