PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

Black Friday, Natal e fim de ano animam os lojistas em PG

Ponta Grossa

23 de novembro de 2021 19:03

Da Redação


Relacionadas

Deputado Aliel testa positivo para a covid-19

Secretária confirma volta às aulas para 8 de fevereiro em PG

Trio usa caminhão para furtar empresa em PG

Obras da Sanepar deixam regiões sem água em PG
Procon apreende cigarros eletrônicos no 'paraguaizinho'
Elizabeth anuncia instalação de centro universitário em PG
PG abre credenciamento para interessados em gerir UPAs
O calçadão de Ponta Grossa é o principal ponto de comércio popular no município Foto: Divulgação
PUBLICIDADE

Pesquisa da FACIAP/ACIPG aponta expectativas do comércio para a Black Friday e Natal em 2021

As vendas neste fim do ano no comércio paranaense têm tudo para ser motivo de comemoração entre lojistas e empresários do setor. É o que mostra o resultado da pesquisa divulgada pela Federação Paranaense das Associações Comerciais e Industriais do Paraná (FACIAP), em parceria com a Associação Comercial, Industrial e Empresarial de Ponta Grossa (ACIPG), nesta terça-feira, 23 de novembro de 2021. Segundo o levantamento realizado nas cidades de Curitiba, Ponta Grossa, Maringá, Cascavel, Londrina e Francisco Beltrão, os comerciantes estão otimistas tanto para a Black Friday quanto para o Natal.

A maioria dos entrevistados acredita que as vendas de 2021 serão melhores que as do mesmo período do ano passado, quando o movimento nas lojas físicas reduziu em função das restrições causadas pela pandemia e as vendas online aumentaram. A expectativa agora é de uma inversão no quadro, com um aumento nas lojas físicas e uma queda no comércio online. “Isso se justifica pelo avanço da vacinação, a melhora nos números da pandemia e com os consumidores sentindo-se mais seguros para sair às compras tanto na Black Friday quanto no Natal”, afirma o presidente da FACIAP, Fernando Moraes.

Black Friday

Em relação à Black Friday, a pesquisa mostra que a maioria dos comerciantes paranaenses fará alguma promoção neste ano. Em Ponta Grossa, 44% dos comerciantes afirmaram que farão promoções neste período. A cidade com maior engajamento é Londrina, onde 78% dos lojistas pretendem aderir ao movimento tradicional da última semana de novembro.

Além disso, a maioria dos entrevistados acredita que as vendas da Black Friday deste ano serão superiores às do ano passado. Em todo o estado, a expectativa é de um crescimento de 16%, em Ponta Grossa este índice salta para 60%. Isso porque comerciantes farão mais promoções e acreditam que as pessoas estão mais confiantes com as vacinas e a melhora nos números da pandemia.

Natal

Quando se trata do Natal, a pesquisa aponta que, em todo o estado, a maioria dos entrevistados também aposta em um maior número de vendas em relação às do ano passado. A expectativa é de um crescimento de 14% e para os comerciantes, as pessoas estão saindo mais e, portanto, o movimento está maior. “As pessoas estão mais animadas em gastar e fazer um natal melhor esse ano”, disse um dos entrevistados.

Comerciantes de Londrina também são os mais animados, já que 85% dos empresários na cidade estão com alta expectativa em relação às vendas. Em segundo lugar, estão os vendedores de Francisco Beltrão, com 78%. Em Ponta Grossa, 62% dos lojistas acreditam em melhores vendas.

Contratações temporárias

Em relação ao número de contratações, quase metade dos comerciantes paranaenses pretende aumentar o quadro de funcionários para o final do ano. Em Londrina, 61% dos comerciantes afirmam que vão contratar novos funcionários para atender a demanda na ocasião. Em contrapartida, 62% dos empresários de Ponta Grossa apontaram que não pretendem aumentar o quadro.

Para os comerciantes paranaenses que pretendem contratar, a maior parte será de mão de obra temporária, como em Francisco Beltrão, onde 84% dos entrevistados pretendem aumentar o quadro neste regime. No entanto, chama atenção o dado de Maringá, já que 46% dos entrevistados na cidade pretendem contratar funcionários efetivos. Mais da metade dos comerciantes paranaenses pretende contratar até 2 funcionários. Segundo a pesquisa, o número médio chega a 3 funcionários a serem contratados.

Expectativa para 2022

Com relação ao próximo ano, de maneira geral, a maior parte dos comerciantes paranaenses está esperançosa com o rumo do seu negócio, cujo índice apresentou leve queda (4%) em relação à pesquisa do Dia dos Pais. Os que mais acreditam em um futuro próspero são os londrinenses (91%), já entre os ponta-grossenses, 85% acreditam em uma melhora no próximo ano.

PUBLICIDADE

Recomendados