PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

PG bate recorde de exportações para o mês de novembro

Ponta Grossa

06 de dezembro de 2021 17:29

Fernando Rogala


Relacionadas

Filipe Chociai busca diálogo e projeta metas no Legislativo

Clientes MM ganham TVs da campanha de Natal da Acipg

PG faz blitz de orientação com foco em alagamentos

Após 1 ano, PG já aplicou mais de 628 mil vacinas da covid
Hotel Bourbon PG investe em hospedagem familiar
Adolescente morre afogado em cava do Rio Tibagi
Batida entre carro e caminhão deixa homem ferido em PG
A soja industrializada é o principal produto vendido pelas empresas instaladas em Ponta Grossa para outros países Foto: Divulgação
PUBLICIDADE

Empresas de Ponta Grossa exportaram R$ 1,05 bilhão em produtos, para 51 países, no mês passado


Ponta Grossa registrou, no mês passado, o maior valor já exportado para o mês de novembro em sua história. Somados todos os produtos comercializados para outros países, foram US$ 186,79 milhões exportados, ou seja, R$ 1,05 bilhão, se convertido com base na cotação do dólar no fechamento do último dia do mês de novembro (30). Antes deste ano, o maior valor exportado para o mês havia sido registrado em 2007, quando US$ 122,2 milhões (R$ 688,84 milhões) foram vendidos a outras nações. Se levar em conta todos os meses, o último valor superior a esse foi registrado em abril de 2017, quando o valor exportado atingiu US$ 191,9 (R$ 1,08 bilhão).

O produto mais exportado neste mês de novembro foi a soja e seus derivados. Somente em farelo de soja, foram comercializados R$ 414,3 milhões, enquanto que em óleo de soja foram enviados R$ 236,7 milhões a outros países, e a soja em grão, mesmo que triturada, somou R$ 196,1 milhões. Somados esses três produtos, foram R$ 847 milhões, ou seja, mais que 80% de todas as exportações mensais. Depois, apareceram açúcares de cana ou beterraba (R$ 62 milhões), e embalagens Tetra Pak (R$ 42,8 milhões). 

Os principais destinos das exportações neste mês de novembro foram a Índia, para onde foram comercializados R$ 236,8 milhões; a China, com R$ 189,97 milhões; a Coreia do Sul, com R$ 133,6 milhões e a França, com R$ 103,72 milhões. No total, os produtos ponta-grossenses chegaram a 51 destinos no mês de novembro, em quatro continentes (América, Ásia, Europa e África).

No acumulado do ano, as exportações de Ponta Grossa somaram R$ 7,46 bilhões, valor 35,48% superior ao registrado no mesmo período de janeiro a novembro de 2020 (R$ 5,5 bilhões), enquanto que as importações atingiram R$ 4,86 bilhões, valor que é 71 % superior aos R$ 2,84 bilhões registrados no ano passado. Isso significa que a balança comercial da cidade registra um superávit, com um saldo positivo de R$ 2,59 bilhões. Somadas as importações e exportações, a cidade movimentou R$ 12,32 bilhões com outros países – alta de 47,6% em relação a 2020. 

Com esses valores, Ponta Grossa é a quarta cidade no ranking estadual de exportações, e a 38ª no ranking nacional, enquanto que nas importações, a cidade ocupa a 5ª colocação estadual e a 52ª nacional.


Valor acumulado já é o 4º maior 

O total exportado pela cidade de Ponta Grossa nos 11 meses completos de 2021 já se tornou o 4º maior valor da história, mesmo considerando os anos ‘fechados’ anteriores. O 3º melhor ano da história nas exportações foi 2011, com US$ 1,33 bilhão, ou seja, o equivalente hoje a R$ 7,51 bilhões (R$ 50 milhões a mais que em 2021, ou seja um valor que deverá ser batido). O 2º maior valor é de 2017, quando R$ 1,36 bilhão foram comercializados (R$ 7,7 bilhões, ou R$ 247,9 milhões a mais), valor que pode ser superado neste ano. O maior valor histórico é de 2008, quando as exportações atingiram US$ 1,61 bilhão (R$ 9,12 bilhões)

PUBLICIDADE

Recomendados