PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

Elizabeth projeta R$ 8 bilhões em investimentos

Ponta Grossa

21 de dezembro de 2021 20:00

Allyson Santos


Relacionadas

Ponta Grossa Golf Clube sedia o Segundo Aberto de Golf BMW

Doutores Palhaços realizam evento para a comunidade

Ciclista fica ferido após colisão frontal na Visconde de Taunay

Audiência pública debaterá a terceirização da saúde
Estudantes de PG mapeiam hidrantes com os bombeiros
UEPG lança edital de transferência externa para 2022
Polícia Civil realiza mais de 17,7 mil procedimentos
Em entrevista concedida ao Jornal da Manhã e Portal aRede nesta terça-feira (21), a prefeita expôs as estratégias da administração para a sequência do mandato e expôs novos projetos Foto: Mateus Pitela/aRede
PUBLICIDADE

Em entrevista concedida ao Jornal da Manhã e Portal aRede nesta terça-feira (21), a prefeita expôs as estratégias da administração para a sequência do mandato e expôs novos projetos

A cidade de Ponta Grossa deve receber uma série de novos investimentos nas áreas de saúde, educação e infraestrutura ao longo dos próximos meses. Em entrevista concedida ao Jornal da Manhã e Portal aRede nesta terça-feira (21), a prefeita Elizabeth Schmidt (PSD) expôs as estratégias da administração para a sequência do mandato, falou sobre os desafios impostos pela pandemia e avaliou os projetos que foram implementados no município em 2021.

Segundo a chefe do Executivo, o avanço da covid-19 exigiu um processo de reorganização no sistema de atendimento. “Foi um ano extremamente atípico onde também conseguimos salvar várias vidas”, afirmou Elizabeth, que também parabenizou todos os profissionais de saúde que atuaram na linha de frente. “A atuação da nossa equipe médica foi referência para muitas cidades. Com a chegada da vacina, procuramos agir rapidamente para definir a logística de distribuição”, ressaltou. De acordo com os dados atualizados pela prefeitura nesta terça-feira (21), Ponta Grossa já aplicou 536.200 doses de imunizantes contra o coronavírus.

A gestora também apontou que a prioridade em 2022 será a qualificação do sistema de saúde, uma vez que o período pós-pandemia trouxe novas demandas. Entre as metas estabelecidas pela administração estão o credenciamento da UPA Santana e a execução de melhorias estruturais no Hospital Municipal Dr. Amadeu Puppi. “Nos últimos meses participei de inúmeras reuniões junto ao governador Ratinho Junior e ao secretário estadual de saúde, Beto Preto, para debater essas questões”, lembrou Elizabeth, que também falou sobre a importância de aprimorar a estrutura nos bairros.

Com a implementação de medidas socioeconômicas, a prefeitura procurou garantir auxílio para os moradores durante o agravamento da crise econômica. De acordo com a prefeita, mais de 17 mil pessoas tiveram acesso ao vale-mercado, que ajudou a promover a segurança alimentar durante a pandemia. No caso do vale-gás, 3 mil pessoas foram contempladas. Ao avaliar os recursos que foram repassados a Ponta Grossa neste ano, Elizabeth exaltou a importância do diálogo constante entre Executivo e Legislativo, assim como a busca por uma maior representatividade nas esferas estadual e federal.

Para o setor de infraestrutura, a prefeita revelou que o município deverá receber obras avaliadas em um total de aproximadamente R$ 120 milhões. “São projetos que ainda aguardam processo licitatório e liberação de recursos. Nossa principal demanda é o investimento em asfalto”, disse. Em 2021, cerca de 30 quilômetros de estradas foram pavimentadas pela gestão municipal. Outro projeto destacado pela gestora é a revitalização das estradas que dão acesso a pontos turísticos da cidade, como a represa de Alagados, cachoeira do Rio São Jorge e o Buraco do Padre. “Queremos fortalecer ainda mais o nosso setor turístico. Ponta Grossa tem um potencial muito grande e a prefeitura precisa definir ações de fomento para consolidar esse processo. 


Industrialização ajuda a aquecer a retomada econômica

O crescimento industrial registrado em Ponta Grossa nos últimos meses traz otimismo para a gestão municipal no que diz respeito à geração de empregos. “A instalação de novas empresas passa diretamente pelas vantagens que a cidade tem a oferecer. O nosso aeroporto é uma delas”, explicou Elizabeth. A prefeita revelou que existem conversas avançadas com empresários interessados em se instalar na cidade. Entre 2020 e 2021, foram anunciados R$ 8 bilhões em investimentos no setor industrial. Entre os principais aportes financeiros, cabe destacar a Maltaria Campos Gerais, que contará com a aplicação de R$ 3 bilhões e começará a ser construída em breve. O município também receberá uma Queijaria avaliada em torno de R$ 460 milhões.

PUBLICIDADE

Recomendados