PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

Autor de morte de professor pode estar em PG

Ponta Grossa

22 de dezembro de 2021 13:46

Da Redação


Relacionadas

Feira da Barão acontece neste fim de semana em PG

Aliel questiona reajuste na tarifa do novo pedágio do PR

Elizabeth disputa o Prêmio Prefeito Empreendedor

IMM firma convênio junto às categorias de base do Operário
Em plena luz do dia, jovem é assaltada e perde carro em PG
UEPG destaca Dia do Físico e importância da profissão
PG oferta 350 vagas de emprego nesta quinta-feira
Segundo a Polícia Civil, o principal suspeito do crime é Luis Felipe Messias Costa Foto: Divulgação
PUBLICIDADE

Corpo de professor de português é encontrado em decomposição, com pano na boca e faca cravada no peito

O corpo de um professor de português foi encontrado em estágio de decomposição na tarde deste domingo (19), na Rua Cruz Machado, no Centro de Curitiba. Onírio Carlos Silvestre, 59 anos, dava aulas no Colégio Estadual Professor Cleto. Ele foi encontrado morto dentro do próprio apartamento. Onírio tinha uma faca cravada no peito e estava com um pano na boca.

ATUALIZAÇÃO: Autor de morte de professor é preso

Em entrevista à Banda B, a delegada Tathiana Guzella afirmou que o apartamento de Onírio estava fechado e o corpo foi encontrado por vizinhos que arrombaram a porta.

O principal suspeito do crime é Luis Felipe Messias Costa, que continua foragido. Para familiares da vítima, Costa pode estar escondido em Ponta Grossa. Ele fugiu com o carro do professor (Onix vermelho de placas BBX-4302) e este veículo foi flagrado por uma câmera de segurança trafegando em frente à Praça Barão de Guaraúna, na área central da cidade.

A Polícia Civil do Paraná orienta à população para que repasse informações sobre o paradeiro Luis Felipe Messias Costa através dos telefones 197 ou 0800 643 1121. O anonimato do informante é garantido pelas autoridades policiais.

A Polícia Civil de Ponta Grossa informa os números de denúncia via aplicativo Whatsapp (42) 99827-9684 e *(42) 99807-9691 (Homicídios).

PUBLICIDADE

Recomendados