PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

Adolescente é executado com tiros no rosto em PG

Ponta Grossa

15 de janeiro de 2022 07:58

Igor Rosa


Relacionadas

PG abre credenciamento para interessados em gerir UPAs

Filipe Barros avalia trabalhos e destaca papel de PG no Paraná

Ponta-grossense é ganhador do carro 0 km do Palladium

Procon orienta sobre aumentos de preços de testes de Covid
Prefeitura auxiliará famílias que tiveram casas incendiadas
PG abre cadastro de Passe Livre e Meia-Passagem estudantis
PG registra 930 novos casos da covid nesta quinta
PUBLICIDADE

O rapaz, de 15 anos, foi morto a tiros dentro de casa. Esta é a segunda execução registrada no mesmo dia em Ponta Grossa. 

Um adolescente, de 15 anos, foi executado com aproximadamente quatro tiros na região do rosto. O crime aconteceu no final da noite desta sexta-feira (14) na vila Cipa, em Ponta Grossa. O assassinato mobilizou uma grande estrutura da Segurança Pública do município. Socorristas do Corpo de Bombeiros e médicos do Samu chegaram a ser acionados, porém a vítima já estava em óbito. O corpo foi recolhido e levado ao Instituto Médico Legal da cidade. 

De acordo com as informações colhidas no local, quatro pessoas invadiram a residência e dispararam contra o rosto do rapaz. Peritos da Criminalística foram acionados e fizeram a análise e os registros do ambiente que tudo aconteceu. Equipes do 1º Batalhão da Polícia Militar isolaram a área e registraram a ocorrência. Um patrulhamento foi realizado, porém os suspeitos de matar o jovem, de 15 anos, não foram localizados. 

O rapaz foi identificado posteriormente, entretanto, por se tratar de um adolescente, o Portal aRede não divulgará a identidade da vítima. 

Segunda execução no mesmo dia

Na manhã de sexta-feira, outro jovem foi executado com tiros na cabeça e no tórax. O crime foi registrado na rua Augusto Tochinski, na região do Contorno, no residencial Porto Feliz, em Ponta Grossa. A vítima também foi morta no interior da residência que morava. O jovem, de 21 anos, foi identificado como Gabriel Gonçalves Matos dos Santos. A Polícia investiga o crime. 

PUBLICIDADE

Recomendados