PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

Em PG, vacinação de crianças contra a covid inicia sexta

Ponta Grossa

18 de janeiro de 2022 15:59

Da Redação


Relacionadas

Prefeita inaugura CMEI para atender 200 crianças

UEPG sedia 7º Encontro Paranaense de Bibliotecários

Ponta Grossa Golf Clube sedia o Segundo Aberto de Golf BMW

Doutores Palhaços realizam evento para a comunidade
Ciclista fica ferido após colisão frontal na Visconde de Taunay
Audiência pública debaterá a terceirização da saúde
Estudantes de PG mapeiam hidrantes com os bombeiros
Agendamento será feito de acordo com cadastro no sistema da Prefeitura: serão 2 mil doses para começar a vacinar pelo grupo prioritário Foto: AEN Divulgação
PUBLICIDADE

Agendamento será feito de acordo com cadastro no sistema da Prefeitura: serão 2 mil doses para começar a vacinar pelo grupo prioritário

Nesta sexta-feira (21), a Prefeitura de Ponta Grossa, através da Fundação Municipal de Saúde, inicia a vacinação contra covid-19 para o público infantil, de 05 a 11 anos. Os pais ou responsáveis de crianças nessa faixa etária devem preencher as informações no cadastro e aguardar o agendamento, que será feito automaticamente pela Prefeitura com base neste cadastro, seguindo os critérios prioritários da etapa. O município recebeu para esta primeira ação cerca de 2 mil doses pediátricas, que serão aplicadas no grupo prioritário de crianças, sendo os com comorbidades, deficiência permanente e indígenas.

“O pré-cadastro está aberto continuamente e os agendamentos ocorrerão de acordo com a quantidade de doses. Então, neste primeiro momento, devemos contemplar o público de 05 a 11 anos com comorbidade, deficiência permanente e indígenas. Mas, dependendo do número de cadastro, pode ser possível ampliar o grupo para parte da primeira faixa etária geral, vacinando já alguns de 11 anos, sempre do mais velho para o mais novo. Quando o critério for apenas a faixa etária, a seleção será pela data de nascimento”, explica o presidente da Fundação de Saúde, Rodrigo Manjabosco.

Para esta etapa de sexta (21), que será realizada das 9h às 17h no Ginásio Oscar Pereira, o comprovante de agendamento dos cadastros que foram elegíveis para esta vacinação devem ser liberados no meio tarde de quarta (19). A Prefeitura fará a comunicação e a divulgação quando isso ocorrer. 

Seguindo orientações do Ministério da Saúde, é importante que os pais ou responsáveis considerem um intervalo de 20 minutos após a aplicação, em que as crianças permanecerão no local para observação.

Agendamento

Com base nos cadastros, que permitirá filtrar os grupos de crianças por faixa etária e os que possuem comorbidades, o agendamento será feito automaticamente no sistema conforme a disponibilidade de doses. Com a organização das etapas e agendamento automático, a Prefeitura informará que há agendamento disponível para consulta de determinado grupo. O pré-cadastro será a garantia da aplicação, que ocorrerá mediante o envio de vacinas para Ponta Grossa. 

O pré-cadastro está disponível pelo site: 

https://fms.pontagrossa.pr.gov.br/precadastro/

Declaração médica

A Fundação Municipal de Saúde reforça que para as crianças com comorbidades será necessário apresentar uma declaração médica no momento da vacinação, então os pais ou responsáveis já podem ir providenciando o documento. No momento do pré-cadastro, será preciso apenas indicar qual a comorbidade, para controle do Setor de Imunização, mas o atestado será exigido apenas na hora da vacinação.

Autorização

Da mesma forma como ocorreu com os adolescentes, menores de 18 anos devem ter autorização de pais ou responsáveis para a aplicação da vacina. Esta autorização pode ser dada verbalmente com a presença de um dos responsáveis no momento da vacinação ou através de declaração de autorização impressa (modelo disponível para anexo no pré-cadastro).

Comorbidades

As comorbidades previstas nesta etapa de vacinação são:

- Insuficiência cardíaca; 

- Cor-pulmonante e Hipertensão pulmonar; 

- Cardiopatia hipertensiva; 

- Síndrome coronarianas; 

- Valvopatias; 

- Miocardiopatias e Pericardiopatias; 

- Doença da Aorta, dos Grandes Vasos e Fístulas arteriovenosa; 

- Arritmias cardíacas; 

- Cardiopatias congênitas; 

- Próteses valvares e dispositivos cardíacos implantados; 

- Talassemia; 

- Síndrome de Down; 

- Diabetes mellitus;

- Pneumopatias crônicas graves; 

- Hipertensão arterial resistente e de artéria estágio 3; 

- Hipertensão estágios 1 e 2 com lesão e órgão alvo; 

- Doença Cerebrovascular; 

- Doença renal crônica; 

- Imunossuprimidos (Incluindo pacientes oncológicos); 

- Anemia falciforme; 

- Obesidade mórbida; 

- Cirrose Hepática 

- Transtorno do Espectro Autista (TEA) 

PUBLICIDADE

Recomendados