PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

PG tem uma das maiores taxas de positivação de Covid no PR

Ponta Grossa

25 de janeiro de 2022 18:05

Fernando Rogala


Relacionadas

Homem tenta vender TV e acaba preso em bairro de PG

Homem é flagrado com tampa de bueiro em bairro de PG

Programa de Demissão tem maior procura pela Educação

Vereadores se filiam ao PSD e aumentam bancada na Câmara
Startup Day em PG movimenta o ecossistema de inovação
Sandro Alex propõe endurecer pena para roubo de fio de cobre
PG realiza ações de combate à violência contra crianças
Quase 43% dos testes estão positivando em Ponta Grossa Foto: Divulgação
PUBLICIDADE

Entre os ponta-grossenses que foram até a farmácia fazer testes de Covid entre os dias 17 e 21 de janeiro, 42,8% positivaram para a doença 

A procura por testes rápidos de Covid-19 em farmácias segue crescendo, assim como o percentual de resultados positivos. Nas testagens realizadas na rede de farmácias Nissei, uma das maiores do país, entre os dias 17 e 21 de janeiro, a positividade foi de 37,4%. No período anterior, de 10 a 16 de janeiro, os resultados positivos haviam somado 29%. Entre todas as cidades paranaenses que a Nissei tem unidades, Ponta Grossa é a terceira que mais registrou testes positivos: 42,8% deles confirmaram que quem fez o teste estava com covid.

As cidades com maior percentual de positividade no Paraná, entre 17 e 21 de janeiro, foram: Almirante Tamandaré (53,6%) e Londrina (43,9%), à frente de Ponta Grossa. Logo depois apareceram Colombo (41,7%), Assis Chateaubriand (40,7%), Marechal Cândido Rondon (38,8%), Pinhais (37,9%), Campina Grande do Sul (37,6%), Curitiba (37,6%) e Umuarama (37%). “A testagem continua sendo uma medida muito importante neste momento no qual a Covid-19 ainda se faz presente, tanto para a conscientização da população quanto para prevenirmos a disseminação da doença”, comenta o CEO da Nissei, Alexandre Maeoka.

 

Testes ofertados

A Nissei oferta dois tipos de testes rápidos de Covid-19, com resultado obtido em cerca de 20 minutos, sendo que um indica a presença do vírus ativo e outro mostra se há anticorpos da doença no organismo.

O primeiro é o “teste de antígeno”, realizado a partir de amostra coletada do nariz do paciente com uma espécie de haste flexível (swab nasal). A indicação é de que esse exame seja realizado a partir do terceiro dia de sintomas.

Já o exame que verifica a presença de anticorpos no organismo é chamado de “sorológico” ou “IgG/IgM”. Nesse teste, algumas gotas de sangue são colocadas em contato com um reagente. A indicação é de que seja realizado a partir do 14° dia após aparecerem os primeiros sintomas.

Os testes devem ser agendados diretamente pelo site: www.examesnissei.com.br.

Com informações da assessoria de imprensa

PUBLICIDADE

Recomendados