PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

Prefeitura de PG ajuda vítimas de incêndio criminoso

Ponta Grossa

28 de janeiro de 2022 13:40

Da Redação


Relacionadas

Aeroporto terá mais obras de melhoria e conservação

Inmet alerta para neve em PG nas próximas horas

Prefeita Elizabeth confirma R$ 18 mi para Distrito Industrial

PG reforça ações para proteger moradores de rua
Copel orienta sobre como economizar energia no frio
PM apreende mais de 40 kg de maconha em PG
Projeto do Sepam incentiva cultivo de horta entre alunos
PUBLICIDADE

Campanha é lançada para doação de materiais de construção, móveis e roupas

A secretária municipal da Família e do Desenvolvimento Social, Simone Kaminski de Oliveira, esteve nesta quinta-feira (27), na região da Vila Santa Monica, prestando solidariedade e avaliando medidas a serem tomadas pela Prefeitura, para auxiliar os moradores das seis residências consumidas pelo incêndio, ocorrido nesta madrugada. Estima-se que 15 pessoas moravam no local. Simone iniciou uma campanha para a doação de materiais de construção, móveis e roupas para estas famílias.

De acordo com Simone, o incêndio ocorreu na Rua Naaliel, na Vila Santa Mônica e o fogo iniciado em uma das casas, foi passando para as demais cinco residências que se localizavam ao redor. Além da presença do Corpo de Bombeiros e Política Militar, a Defesa Civil também esteve no local. “Estas famílias perderam tudo, eles não têm mais nada”, lamenta a secretária.

Devido a gravidade da situação, Simone lançou uma campanha para arrecadação de material de construção, de móveis e roupas para estas famílias. Ela orienta que as doações sejam levadas no prédio da Secretaria da Família e Desenvolvimento Social, nos fundos o Shopping Palladium, no antigo prédio do Hospital 26 de Outubro. “Dependendo do que for, caso não seja possível deixar na Secretaria, peço que nos acionem que vamos buscar. O que aconteceu com estas pessoas foi uma tragédia e espero que quem pode ajudar, se sensibilize a nos auxilie a ajudar estas famílias”, disse.

Ela explica que duas famílias ficarão em abrigos da Prefeitura e as demais, temporariamente na casa de parentes. “Estudamos a possibilidade de disponibilizar o benefício do aluguel social como apoio emergencial, até a situação da moradia destas famílias ser resolvida”, finaliza Simone.

O horário de atendimento da Secretaria da Família e do Desenvolvimento Social é das 9 às 18 horas. Para aqueles que tem doações e não tem como entregar, podem entrar em contato pelo telefone (42) 3220-1065.

PUBLICIDADE

Recomendados