PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

Prefeitura de PG ajuda vítimas de incêndio criminoso

Ponta Grossa

28 de janeiro de 2022 13:40

Da Redação


Relacionadas

Sindimetal-PG passa a ter Orceli Martins na presidência

Escola de R$ 5 mi vai atender 500 alunos em PG

Confira as vagas de emprego desta sexta-feira (27/05)

Fiep inaugura novas instalações da Casa da Indústria em PG
‘Encontro de Carros Antigos’ garante alimentos a entidades
Encontro Paranaense de Bibliotecários ocorre na UEPG
Prefeitura abre PSS para contratação de médicos
PUBLICIDADE

Campanha é lançada para doação de materiais de construção, móveis e roupas

A secretária municipal da Família e do Desenvolvimento Social, Simone Kaminski de Oliveira, esteve nesta quinta-feira (27), na região da Vila Santa Monica, prestando solidariedade e avaliando medidas a serem tomadas pela Prefeitura, para auxiliar os moradores das seis residências consumidas pelo incêndio, ocorrido nesta madrugada. Estima-se que 15 pessoas moravam no local. Simone iniciou uma campanha para a doação de materiais de construção, móveis e roupas para estas famílias.

De acordo com Simone, o incêndio ocorreu na Rua Naaliel, na Vila Santa Mônica e o fogo iniciado em uma das casas, foi passando para as demais cinco residências que se localizavam ao redor. Além da presença do Corpo de Bombeiros e Política Militar, a Defesa Civil também esteve no local. “Estas famílias perderam tudo, eles não têm mais nada”, lamenta a secretária.

Devido a gravidade da situação, Simone lançou uma campanha para arrecadação de material de construção, de móveis e roupas para estas famílias. Ela orienta que as doações sejam levadas no prédio da Secretaria da Família e Desenvolvimento Social, nos fundos o Shopping Palladium, no antigo prédio do Hospital 26 de Outubro. “Dependendo do que for, caso não seja possível deixar na Secretaria, peço que nos acionem que vamos buscar. O que aconteceu com estas pessoas foi uma tragédia e espero que quem pode ajudar, se sensibilize a nos auxilie a ajudar estas famílias”, disse.

Ela explica que duas famílias ficarão em abrigos da Prefeitura e as demais, temporariamente na casa de parentes. “Estudamos a possibilidade de disponibilizar o benefício do aluguel social como apoio emergencial, até a situação da moradia destas famílias ser resolvida”, finaliza Simone.

O horário de atendimento da Secretaria da Família e do Desenvolvimento Social é das 9 às 18 horas. Para aqueles que tem doações e não tem como entregar, podem entrar em contato pelo telefone (42) 3220-1065.

PUBLICIDADE

Recomendados