Cena de crime pode ter sido adulterada por casal em PG

A mãe e o padrasto do jovem autista, de 19 anos, foram presos. A principal suspeita da Polícia é que o local do crime tenha sido adulterado. O casal deve responder, também, por maus-tratos a animais.

Informações preliminares apontam que o rapaz morreu vítima de tortura; família alega morte natural
Informações preliminares apontam que o rapaz morreu vítima de tortura; família alega morte natural -

Igor Rosa

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

A mãe e o padrasto do jovem autista, de 19 anos, foram presos. A principal suspeita da Polícia é que o local do crime tenha sido adulterado. O casal deve responder, também, por maus-tratos a animais.

A Polícia Civil cumpriu mandado de busca e apreensão na residência onde morreu o jovem autista Rômulo, de 19 anos. A principal suspeita é que o local do crime foi adulterado antes do acionamento do SAMU. O rapaz foi encontrado morto sobre a cama na rua Rio Grande do Sul, na região do Órfãs, em Ponta Grossa. No final de semana, a mãe e o padrasto da vítima foram presos e estão à disposição da Justiça. As equipes retornaram à casa neste domingo (20). 

De acordo com o delegado da 13ª Subdivisão Policial, que esteve no local acompanhado de equipes do setor de homicídios e do Instituto de Criminalística, Luis Gustavo Timossi, "tudo indica que o local foi adulterado com a intenção de prejudicar a colheita de provas pelos órgãos policiais", disse. "No quintal da residência, foram encontradas roupas e cobertas que acreditamos que eram as que verdadeiramente estavam sendo utilizadas pela vítima, motivo pelo qual os objetos foram apreendidos", complementa Timossi. 

RESGATE

Ainda neste domingo (20), no momento de cumprimento do mandado, a Polícia Civil verificou que o casal tinha um cachorro que, de acordo com os vizinhos, teria sido atropelado recentemente. "A princípio eles não prestaram os cuidados necessários para a recuperação do animal. Ele estava com uma fratura exposta e muito magro", relata o delegado.

Imediatamente foi acionado o resgate, que recolheu o animal para que os cuidados necessários fossem realizados. Por conta de tal fato, o casal deverá responder ainda por maus-tratos a animais.

Conteúdo de marca

Quero divulgar right