Miguel Sanches Neto se mostra confiante para reeleição

Ele é candidato pela chapa ‘Sempre UEPG’, junto do vice Ivo Mottin Demiate; liderança é o atual reitor da instituição ponta-grossense.

Atual reitor da universidade ponta-grossense, Miguel Sanches Neto.
Atual reitor da universidade ponta-grossense, Miguel Sanches Neto. -

Rodolpho Bowens

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

Ele é candidato pela chapa ‘Sempre UEPG’, junto do vice Ivo Mottin Demiate; liderança é o atual reitor da instituição ponta-grossense

O atual reitor da Universidade Estadual de Ponta Grossa, Miguel Sanches Neto - licenciado do cargo em razão das eleições da UEPG -, disse em entrevista ao Portal aRede que está confiante para a sua reeleição. Candidato pela chapa de número dois, ‘Sempre UEPG’, a liderança disse quais são as suas expectativas para o processo eleitoral que escolherá a nova reitoria da Instituição de Ensino Superior (IES), bem como quais são os seus desejos, como defensor da universidade pública, para a instituição ponta-grossense. O bate-papo aconteceu na tarde desta sexta-feira (8), no último dia de campanha eleitoral - as eleições começam neste sábado (9) e também acontecem em 13 de abril – veja aqui.

Ao ser questionado sobre as suas expectativas para o início das eleições, Miguel disse “muito boas. Fizemos uma campanha propositiva, que nasce a partir de propostas que construímos com a comunidade da UEPG. Fomos muito bem recebidos em todos os lugares que estivemos. A sociedade está muito receptiva com as nossas propostas”, afirmou. Além disso, Miguel entende que a campanha de sua chapa, junto do vice Ivo Mottin Demiate, foi justa. “Uma campanha de propostas, alegre, que nas cores já expressava alegria. Foi algo em defesa da universidade pública, muito mais do que a defesa de uma chapa. A cada dia, a cada encontro, agregava mais pessoas”, ressaltou.

Na sequência, o candidato apresentou novas propostas que pretende aplicar na UEPG, caso vença a eleição (o resultado sai em 13 de abril, a partir das 22h). “A gestão itinerante. A presença da reitoria, das pró-reitorias, também em outros órgãos da universidade, de tal forma que todos se sintam contemplados com a estrutura administrativa”, explicou. Por fim, Miguel também mandou um recado para os eleitores que ainda estão indecisos sobre quem deve assumir a reitoria da UEPG. “Olhem as propostas das duas chapas. Vejam quais dessas representam a universidade que você quer. Construa seu voto”, completou.

Expectativas para a UEPG

Miguel também foi questionando, durante a entrevista, qual era o seu desejo para a UEPG, caso ele não fosse candidato a reitor. “Gostaria de ver a instituição como uma grande universidade. A importância das universidades públicas para o desenvolvimento regional é crucial. É uma importância que toda sociedade tem que reconhecer. O que espero no futuro para a UEPG é que a comunidade dos Campos Gerais, paranaenses e nossos agentes políticos, vejam esse potencial que a universidade pública brasileira tem”, finalizou Sanches Neto.

Outro lado

O Portal aRede também procurou conversar com o candidato a reitor pela chapa de número um, ‘UEPG: importante é você’, Everson Augusto Krum, mas por problemas de agenda, segundo a assessoria, a entrevista não pode ser realizada nesta sexta-feira (8). Ela estava marcada para as 15h.

O bate-papo com Miguel está disponível na íntegra no vídeo abaixo: