PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

Profissão gari: conheça o dia a dia destes profissionais em PG

Ponta Grossa

16 de maio de 2022 09:42

Da Redação


Siga o a rede no Google News

Relacionadas

Projeto ‘Médicos na Rua’ acontece em PG neste domingo

AXXEL Telecom inicia oferta de internet com fibra óptica em PG

Prefeitura instala mais de 1,5 mil placas de sinalização viária

Homem é baleado com cinco tiros em avenida de PG
Cidades visitam PG para conhecer programas municipais
Programa Impacto fomentará ambiente de negócios local
Empresa de TI abre 20 vagas de estágio em PG
Dia do Gari: entenda o dia a dia destes profissionais Foto: Divulgação
PUBLICIDADE

Profissional responsável pela limpeza pública, que contribui para o embelezamento da cidade.

O dia do Gari é comemorado no dia 16 de maio, profissionais que cuidam da limpeza urbana. Os garis podem atuar de diversas formas, entre as principais atividades do profissional, está a varrição de ruas, manutenção de áreas verdes e a coleta de resíduos. Em nossa cidade, a PGA — Ponta Grossa Ambiental, é a empresa responsável por prestar estes serviços públicos, e em comemoração ao Dia do Gari, trouxe algumas informações sobre o dia a dia dos colaboradores. 

Vítor Moreira Borsato, diretor da empresa, conta que as equipes de varrição (composta por 33 varredores e varredoras) realizam a limpeza de mais de 50 quilômetros diariamente. “As equipes atuam nas principais ruas e avenidas de Ponta Grossa, mantendo-as sempre muito limpas, com equipamentos tanto para varrição como para remoção de pequenos arbustos”, explica. A PGA também dispõe de 07 equipes, de 10 pessoas cada, que cuidam especificamente da manutenção de áreas verdes na cidade, realizando serviços de roçada, limpeza, poda, jardinagem e outros trabalhos.

 São ainda aproximadamente 115 coletores de resíduos (rejeitos, orgânicos e recicláveis), que realizam a coleta em mais de 95.000 pontos de geração, e coletam cerca de 300 toneladas de resíduos diariamente, trabalhando com mais de 25 veículos.

Vítor também explica sobre a colaboração dos munícipes com os garis: “O trabalho dos garis pode ser perigoso, por conta do peso das sacolas, de objetos perfurocortantes dispostos incorretamente nas sacolas e até mesmo de mordida de cães”, explica.

 A empresa reforça à população os cuidados na hora de descartar os resíduos:

-          Separar os lixos em sacos com no máximo 15kg cada;

-          Embalar objetos perfurocortantes em caixas ou garrafas pet, e sinalizar;

-          Manter os animais de estimação presos em dias de coleta;

-          Colocar o cesto de lixo entre 1m e 1,2m de altura. 

Por fim, Lucas Antunes dos Santos, gari da PGA há 11 anos, conta que, diariamente, muitas pessoas demonstram carinho e admiração. “Diariamente pessoas nos oferecem água ou café, perguntam como está o trabalho, e as crianças ficam nos esperando. Sem dúvidas, o trabalho fica mais leve e feliz”, afirma.

Da assessoria  

PUBLICIDADE

Recomendados