PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

PM fará acolhimento de moradores de rua em PG

Ponta Grossa

19 de maio de 2022 15:49

Da Redação


Siga o a rede no Google News

Relacionadas

PG inicia vacinação de 4ª dose para 40+ na próxima semana

Ponta Grossa terá show infantil gratuito neste fim de semana

Coronel Cláudio participa de ação descentralizada da FASPG

Pais de Rômulo serão ouvidos pela justiça nesta sexta
Mistério do bolo: Paróquia busca por quem achou aliança
Mulheres trocam socos em ônibus da VCG; veja vídeo
Homem de 28 anos é preso por violência doméstica no 'Neves'
O 4º Comando Regional conta com o apoio da comunidade da região, que não deve hesitar em ligar ao 190 Foto: AEN
PUBLICIDADE

Decisão foi anunciada nesta quinta-feira (19), pelo Comando Regional; número 190 fica à disposição das pessoas que precisarem de auxílio

O 4º Comando Regional de Polícia Militar do Paraná editou em 18 de maio uma nota de serviço (nº 018/22) destinada à prestação de auxílio às pessoas em situação de rua nos 70 municípios de sua circunscrição, enquanto perdurar o inverno rigoroso, comum na região Sul do país.

A nota faz parte de uma compreensão moderna, ampla e necessária de segurança pública, isto é, de que a proteção da dignidade humana é missão inerente e urgente às polícias militares. Ao identificar pessoas em situação de rua, em estado de vulnerabilidade, os Policiais Militares em serviço, buscarão auxiliá-las e junto aos órgãos responsáveis dos municípios, uma devida acomodação em abrigos ou outras possibilidades de pernoite, em local seguro e protegidos do frio.

O 4º Comando Regional conta com o apoio da comunidade da região, que não deve hesitar em ligar ao 190 quando localizar pessoas em situação de vulnerabilidade. Outrossim, os aquartelamentos PM foram deixados à disposição das entidades para apoiar as campanhas de arrecadação de agasalhos. Destarte, basta que as entidades procurem os Comandantes de Unidade para ajustes.

Também, nessa quinta-feira (19), a Secretaria de Estado da Justiça, Família e Trabalho (Sejuf), por meio do Comitê Intersetorial de Acompanhamento e Monitoramento da Política da População em Situação de Rua do Estado do Paraná (CIAMP-RuaPR), encaminhou novas diretrizes aos órgãos estaduais, municipais e instituições da sociedade civil para atendimento as pessoas em situação de rua nos dias de frio intenso.

Conforme a presidente do CIAMP-RuaPR, Dulce Darolt, é responsabilidade do Poder Público proteger grupos em situação de vulnerabilidade e risco social. “Neste caso, o público é de vulnerabilidade extrema. Assim, o Comitê propõe e orienta medidas de proteção para a população em situação de rua, especialmente voltadas aos dias de baixas temperaturas, que já ocorrem em praticamente todo o Estado”, afirmou.

Ela destaca que é necessário fortalecer a Rede de Proteção para este público buscando, preventivamente, medidas para atendê-lo em sua totalidade, com acolhimento. “Para aqueles que não aceitam serem acolhidos, que sejam fornecidos cobertores, agasalhos, além de vigilância de seu bem-estar durante as noites mais frias do ano”, ressaltou Dulce.

No caso de alto número de acolhimentos, acrescenta, devem ser mantidos os cuidados e recomendações sanitárias para garantia de higiene e da saúde das pessoas atendidas.

A presidente do CIAMP-RuaPR destaca, ainda, que é essencial acompanhar as informações geradas pela Rede Nacional de Meteorologia (INMET, CPTEC e SIPAM), assim como pelo Sistema de Tecnologia e Monitoramento Ambiental do Paraná (Simepar), para planejar a adotar prontamente as providências necessárias.

Para obter mais informações e comunicar sobre pessoas em situação de rua, basta enviar mensagem para o e-mail [email protected] ou entrar em contato pelo telefone 156, em alguns municípios, e 190 em todo o Paraná.

PUBLICIDADE

Recomendados