PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

FASPG realiza ação do CRAS no Ouro Verde

Ponta Grossa

20 de maio de 2022 18:12

Da Redação


Relacionadas

Obras bloqueiam Av. Silva Jardim na manhã de hoje

Polícia prende suspeito que estava com moto roubada

Treinamento visa melhorar transparência em PG

Sergio Moro cumpre agenda em Ponta Grossa nesta quarta
Nova diretoria da OAB-PG é empossada nesta quinta-feira
Unimed PG é premiada em evento na cidade de Curitiba
Diocese de PG abre série de formações missionárias
A população contou com diversos serviços, como inscrição para cursos profissionalizantes, cadastramento em programas de tarifa social, além de atividades físicas recreativas Foto: Divulgação
PUBLICIDADE

Aproximadamente 150 pessoas foram atendidas na tarde de hoje (20) na ação descentralizada do Centro de Referência em Assistência Social (CRAS) Vila XV. As atividades promovidas pela Prefeitura de Ponta Grossa, por meio da Fundação de Assistência Social (FASPG), aconteceram no CMEI Professora Fabiane Hernandes Barbosa, no Ouro Verde.

O objetivo do projeto itinerante é dar atendimento aos moradores da região que se encontram em situação de vulnerabilidade social e facilitar o acesso da população aos serviços de assistência social prestados pelas unidades de CRAS, como também para as demais políticas públicas disponibilizadas pelo Município.

A população contou com diversos serviços, como inscrição para cursos profissionalizantes, cadastramento em programas de tarifa social, além de atividades físicas recreativas, promovidas pela Secretaria Municipal de Esportes. O Serviço de Obras Sociais promoveu corte de cabelo gratuito e disponibilizou o varal solidário, com a entrega de 1200 peças de roupas e 50 calçados. A ação também contou com o apoio da Agência do Trabalhador, Banco de Alimentos, Fundação de Cultura, Agência Employer e da Sanepar.

“Nossas equipes estão trabalhando de forma conjunta para diagnosticar as áreas da cidade onde há maior demanda por esse tipo de serviço, levando em conta a população mais carente que vive em cada bairro da cidade. Temos a responsabilidade de realizar a busca ativa das famílias em situação vulnerável, que vivem distantes das unidades físicas de CRAS”, explica Vinya Mara Anderes Dzievieski Oliveira, presidente da FASPG.


Com informações da Prefeitura de Ponta Grossa

PUBLICIDADE

Recomendados