PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

Trote solidário arrecada mais 1,5 tonelada de alimentos

Ponta Grossa

25 de maio de 2022 19:30

Da Redação


Siga o a rede no Google News

Relacionadas

Urgente: Homem invade hotel e mata hóspede em PG

Vendas de ingressos para show de Murilo Huff são liberadas

PG abre etapa de vacinação contra a Covid para jovens

Expo&Flor abre inscrições para projetos sociais
Obras bloqueiam Av. Silva Jardim no sentido Centro-Bairro
Briga de cachorros termina com dois homens feridos
Morte de engenheira da Prefeitura causa comoção
A arrecadação de alimentos chegou a 1,7 tonelada. Foto: Cristina Gresele
PUBLICIDADE

O trote solidário deste ano reuniu aproximadamente 350 calouros e contou com mais de 70 pessoas na organização, entre professores, funcionários, alunos e membros dos Centros Acadêmicos.


Alunos do Setor de Engenharias, Ciências Agrárias e Tecnologia da Universidade Estadual de Ponta Grossa (Secate-UEPG) iniciaram, na última sexta-feira (20), a entrega dos alimentos arrecadados pelo Trote Solidário. Durante os primeiros dias do ano letivo de 2022, o Secate promoveu diversas atividades de integração e acolhida aos novos alunos, entre as quais a arrecadação de alimentos, que contabilizou 1,7 tonelada de alimentos não perecíveis, a fim de beneficiar instituições de caridade de Ponta Grossa.

O Secate contempla os cursos de Engenharia Civil, Engenharia de Software, Engenharia de Computação, Engenharia de Materiais, Engenharia de Alimentos, Agronomia e Zootecnia. O trote solidário deste ano reuniu aproximadamente 350 calouros e contou com mais de 70 pessoas na organização, entre professores, funcionários, alunos e membros dos Centros Acadêmicos, da Atlética Los Bravos, dos Programas de Educaçao Tutorial (PETs) e das Empresas Júnior (EJs). Na sexta-feira (20), a primeira parte do alimentos arrecadados foram entregues ao Ministério Bem Viver, instituição que atende e trabalha na reinserção social de homens em situação de rua.

A acadêmica do curso de Engenharia de Software, Geovanna Stadler, explica o Trote Solidário é importante para a integração dos novos alunos na vida acadêmica. “É justamente a ideia de a gente acolher esses calouros durante uma semana inteira pra eles não entrarem na Universidade já tendo aulas, saindo do Ensino Médio sem saber pra quê que serve a Universidade”. Geovanna avalia positivamente as atividades que buscaram acolher não somente os calouros, mas a comunidade externa à UEPG. “Todos os calouros saíram com uma experiência muito positiva, tanto de ajudar as pessoas, quanto de conhecerem os veteranos, a cidade e a Atlética. Para nós também é muito gratificante saber que temos muitas pessoas dispostas a participar e ajudar”.


Com informações da Universidade Estadual de Ponta Grossa

PUBLICIDADE

Recomendados