PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

Advogado de PG é preso em operação policial nesta terça

Ponta Grossa

21 de junho de 2022 10:59

Sebastião Neto


Relacionadas

Ponta Grossa sedia Circuito de Xadrez neste sábado

Moradores da Ronda pedem melhorias para rua do bairro

Rodrigo Manjabosco é ouvido pela CPI da Saúde

Festas religiosas movimentam três paróquias da região
Passeio ciclístico inaugura ciclofaixa em Ponta Grossa
Santa Casa realiza solenidade com deputado Plauto Miró
Prefeitura aumenta repasses para 23 entidades sociais de PG
Buscas foram realizadas em um estabelecimento comercial, um escritório de advocacia e uma residência no município; segundo a Polícia, advogado teria ameaçado vítimas após negociação de um veículo Foto: Divulgação/Polícia Civil
PUBLICIDADE

Buscas foram realizadas em um estabelecimento comercial, um escritório de advocacia e uma residência no município; segundo a Polícia, advogado teria ameaçado vítimas após negociação de um veículo


A Polícia Civil de Ponta Grossa prendeu, na manhã desta terça-feira (21), um advogado da cidade por posse ilegal de arma de fogo. A prisão em flagrante ocorreu após buscas realizadas em um estabelecimento comercial, um escritório de advocacia e uma residência no município; na operação, foram apreendidas duas armas de fogo, um revólver (arma que foi arremessada pela janela quando da chegada da equipe no sentido de tentar inviabilizar a sua localização), uma garrucha e um simulacro.

Ainda de acordo com a Polícia, as investigações deste caso constataram que o suspeito, por conta de problemas na negociação de um veículo, passou a procurar não só a pessoa com quem negociou, mas também seus familiares. Durante essa procura, as vítimas relataram ameaças através de fotos e áudios, inclusive, em uma das imagens encaminhadas, o suspeito teria tirado uma fotografia portando um revólver em frente a residência das vítimas. Junto com as ameaças, uma das vítimas foi alertada por vizinhas que indivíduos teriam realizado disparos de arma de fogo em frente a sua residência.

A operação desta terça contou também com a participação da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), através da Comissão de Prerrogativas. A Polícia informou que, além da prisão, as investigações sobre os demais fatos relatados estão em fase de conclusão.

PUBLICIDADE

Recomendados