PUBLICIDADE

Dupla é presa por tráfico de drogas em praça de PG

Suspeitos foram flagrados com cerca de 20 pedras de crack na Praça Barão de Guaraúna

Suspeitos foram flagrados com cerca de 20 pedras de crack na Praça Barão de Guaraúna
Suspeitos foram flagrados com cerca de 20 pedras de crack na Praça Barão de Guaraúna -

Da Redação

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

Suspeitos foram flagrados com cerca de 20 pedras de crack na Praça Barão de Guaraúna

Dois homens foram presos na manhã de sábado (9), na Praça Barão de Guaraúna, região central de Ponta Grossa. De acordo com o relato oficial da Polícia Militar, eles foram detidos pelo crime de tráfico de drogas. Durante a abordagem policial, realizada por volta das 8h, os suspeitos foram flagrados com cerca de 20 pedras de crack e uma certa quantia em dinheiro. Eles foram encaminhados para a 13ª Subdivisão Policial (SDP).

A situação da Praça Barão de Guaraúna foi destacada pelo Portal aRede no decorrer da última semana. Recentemente, uma série de ocorrências registradas na região da praça vem preocupando a Igreja Sagrado Coração de Jesus, conhecida como ‘Igreja dos Polacos’, e toda a comunidade do entorno da praça e da igreja. A prefeitura de Ponta Grossa já se posicionou sobre o cenário observado no local. Clique aqui e leia a reportagem completa.

No período entre os dias 3 e 5 de julho, três ocorrências escancararam a insegurança que ronda o local há vários meses: um rapaz que foi brutalmente agredido por pessoas que estavam na praça, na madrugada de segunda, além de um homem que realizou um furto na região e acabou detido e ferido por populares, na noite do mesmo dia, e também o vídeo de uma mulher ‘escalando’ o prédio da Igreja dos Polacos.

Também circulam vídeos de furtos recorrentes dentro da Igreja Sagrado Coração, registrados durante o mês passado pelas câmeras de segurança do local. Todos estes crimes estão diretamente ligados a dezenas de pessoas que permanecem diariamente na praça, consumindo drogas e bebidas alcoólicas, num ponto que tristemente está sendo chamado de ‘Cracolândia de Ponta Grossa’.

PUBLICIDADE

Conteúdo de marca

Quero divulgar right

PUBLICIDADE