PM faz balanço positivo de ‘Operação Fecha Quartel’

Ação realizada nesta sexta contou com a presença de equipes de vários setores da Polícia

Ação realizada nesta sexta contou com a presença de equipes de vários setores da Polícia
Ação realizada nesta sexta contou com a presença de equipes de vários setores da Polícia -

Da Redação

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

Na noite desta sexta-feira (05), o 1º Batalhão de Polícia Militar (1º BPM), responsável por alguns dos principais municípios dos Campos Gerais, desencadeou a Operação ‘Fecha Quartel III’ nas cidades de Ponta Grossa e Castro. De acordo com o 1º BPM, a operação contou com uma série de ações importantes de combate à criminalidade nos dois municípios.

A operação envolveu efetivos policiais do 4º Comando Regional de Polícia Militar, do 1º Batalhão de Polícia Militar, da 5ª Companhia de Patrulha Escolar Comunitária e também do 2º Pelotão da 5ª Companhia do Pelotão de Polícia Ambiental, que de acordo com comunicado enviado pela PM, "realizaram bloqueios em diversas vias, além patrulhamentos e abordagens a pessoas, veículos e estabelecimentos comerciais, com foco principal nas áreas de grande circulação de pessoas", explica.

Durante a atuação policial 53 pessoas foram abordadas, nove veículos vistoriados e dois estabelecimentos comerciais abordados. A fiscalização de trânsito ainda registrou sete infrações de trânsito. Em Ponta Grossa, o balanço registrou ainda a prisão de duas pessoas por tráfico de drogas (clique e saiba mais).

O Batalhão destaca que "as ações realizadas representam de forma significativa o exercício do papel fundamental do Estado na promoção da segurança pública, gerando tranquilidade e bem estar, condições essenciais para a vida em sociedade", ressalta.

Apoio da população

Outro ponto destacado pela Polícia Militar é a importância da participação da comunidade nesse processo, seja adotando medidas individuais de segurança, diminuindo ‘oportunidades’ aos infratores, ou ainda denunciando, através dos telefones 190 e 181, as irregularidades que tomar conhecimento.

As informações são da Polícia Militar