PUBLICIDADE

Pastor Ezequiel cobra atenção aos vereadores para o SAS de PG

De acordo com o parlamentar, o atendimento do sistema corre o risco de ser encerrado no município

Pastor Ezequiel Bueno (Avante) na tribuna da Câmara Municipal de Ponta Grossa.
Pastor Ezequiel Bueno (Avante) na tribuna da Câmara Municipal de Ponta Grossa. -

Marcus Benedetti

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

O vereador da Câmara Municipal de Ponta Grossa, Pastor Ezequiel Bueno (Avante), utilizou a tribuna na Sessão Ordinária da última segunda-feira (26) para pedir soluções ao Sistema de Assistência à Saúde (SAS) do município, atualmente em operação pela Santa Casa de Misericórdia. 

Todos os servidores públicos efetivos, ativos e inativos, os militares do Estado do Paraná e seus dependentes, bem como os pensionistas podem utilizar os serviços do SAS gratuitamente em todo o Paraná. De acordo com o vereador, o atendimento do serviço pela Santa Casa corre risco de ser encerrado no próximo ano. “Corria-se o risco do fechamento do SAS. O contrato acaba agora dia 31 de outubro e fui até a Santa Casa nesta manhã para conseguir mais informações sobre o que está acontecendo. Eles já foram até Curitiba, conversaram com o governo e o Estado fez um aditivo de seis meses no contrato”, explicou. 

CONTRATO ATÉ ABRIL

Portanto, segundo o parlamentar, o SAS está garantido somente até o dia 30 de abril de 2023 em Ponta Grossa. O SAS da Santa Casa de Misericórdia trabalha aproximadamente com 30 mil pacientes, pois atende toda a região dos Campos Gerais. Diante do problema constatado, o vereador Pastor Ezequiel pediu para que os colegas buscassem soluções junto aos deputados estaduais. 

“O que eu peço é que os vereadores que tem candidatos a deputados busquem seus deputados e evitem o fechamento do SAS. Nós estávamos buscando emendas para a Santa Casa, mas é inconstitucional nós, como vereadores, darmos emendas. Os deputados, esses sim, conseguem repassar emendas. Em seis meses temos que correr atrás para que as coisas se ajustem”, completou o parlamentar durante a sessão da última segunda (26).

PUBLICIDADE

Conteúdo de marca

Quero divulgar right

PUBLICIDADE